Violetas: como cuidar, dicas

Embora não sejam as mais perfumadas as violetas estão presentes em quase todas as residências das pessoas que gostam de cultivar flores. Elas são…

Com cuidado elas ficarão sempre lindas. (Foto:Divulgação)

Embora não sejam as mais perfumadas as violetas estão presentes em quase todas as residências das pessoas que gostam de cultivar flores. Elas são preferência nacional por serem muito coloridas e bem fáceis de cuidar. Originárias da África do Norte possuem várias espécies que em alguns casos podem chegar a mais de 15 centímetros de altura.

As violetas são flores que ocupam pouco espaço, oferecem charme e cor para o ambiente e trazem aquela sensação de harmonia que poucas outras conseguem oferecer. Embora sejam fáceis de manter, elas precisam de alguns cuidados, leia e saiba quais são eles.

Como cuidar de Violetas:

Esse tipo de flor se adapta facilmente a qualquer tipo de vaso, mas em vasos de barro elas se dão muito melhor, já que estes absorvem a umidade que é a responsável maior pelo apodrecimento das raízes da planta.

É preciso ter muita atenção ao fazer a rega. Nunca molhe as folhas, isso pode fazê-las apodrecer. Caso tenha por hábito colocar água no prato, pelo menos uma vez por mês regue a terra para diminuir a concentração de sair minerais. Saiba que as plantas no geral não gostam de cloro, inclusive as violetas. Use água mineral na rega ou ferva a água da torneira e deixe-a esfriar. Quando estiver muito quente, no verão, por exemplo, é preciso regar duas vezes por semana e no inverno apenas uma.

As violetas gostam de luz, mas evite o sol direto. A temperatura ideal para manutenção dessa planta é de aproximadamente 25ºC, com raios solares filtrados, isso pode ser feito por um vidro de janela ou cortinas.

Lindas em todas as cores. (Foto:Divulgação)

Caso more em apartamento confira algumas dicas importantes lendo: Como cuidar de violetas em apartamento.

Leia Também:  Escova certa para o seu tipo de fios

Ao adubar procure fertilizantes específicos para esse tipo de planta. Faça periodicamente e alterne com farinha de osso e húmus de minhoca.

Caso  queira trocá-la de vaso é recomendado seguir um pequeno roteiro de plantio.

Primeiro, coloque algumas pedras no fundo. O suficiente para fazer uma camada fina. Misture terra comum, duas partes de terra vegetal e uma parte de vermiculita enchendo até a metade do vaso. Feito isso, plante a sua muda colocando a raiz bem no centro. Complete a mistura de terra feita anteriormente e regue bastante. O limite da rega é quando começar a escorrer pelo prato.

Coloque a mistura de terra até a metade. (Foto:Divulgação)

Para saber mais sobre como cuidar das suas plantas leia: Dicas para manter as flores bonitas e cheirosas.

Top