Viagem para Terra do Fogo

Para quem gosta de aventuras e de paisagens surpreendentes, a viagem para a Terra do Fogo é imprescindível. Localizada no extremo sul da América…

Para quem gosta de aventuras e de paisagens surpreendentes, a viagem para a Terra do Fogo é imprescindível. Localizada no extremo sul da América do Sul, o arquipélago pertencente à Argentina e ao Chile ficam no chamado “Fim do Mundo”, pois é o lado mais austral do planeta. Sua ilha principal é a Ilha Grande da Terra do Fogo e, com as suas ilhas menores, está separado do continente sul-americano pelo estreito de Magalhães. O formato das ilhas lembra o rabo de um dragão.

Os locais mais visitados são Ushuaia e Rio Grande, pertencentes à Argentina e Porvenir, do Chile. Os melhores meses para se conhecer a região são de setembro a abril, quando o clima ainda é quente. E mesmo assim, as temperaturas dificilmente passam dos 15ºC nessas épocas. Portanto, é preciso levar muitas jaquetas, calças, botas, luvas, meias e gorros bem quentinhos.

Além de poderem praticar o esqui por um preço bem mais acessível que em Bariloche ou em Las Leñas, o turista pode praticar a pesca esportiva, o trekking, o alpinismo, a cavalgada e o ciclismo, além de admirar a natureza incrível desse lugar. As montanhas com os seus picos cobertos de neve, as plantas nativas, as suas enormes geleiras e os animais locais como pinguins e leões marinhos deixam qualquer visitante boquiaberto.

De Ushuaia, capital argentina da província da Terra do Fogo, saem passeios turísticos que vão a museus e ao Parque Nacional da Terra do Fogo. O complexo de esqui da cidade tem ótima estrutura e preços bem acessíveis. Lá, também é possível fazer um passeio no Trem do Fim do Mundo, cuja ferrovia foi totalmente construída por prisioneiros que habitaram a ilha. A simpática maria-fumaça leva os seus passageiros por paisagens de árvores e montanhas cobertas de neve e faz paradas em aconchegantes cafés para esquentar o corpo e no Museu Ferroviário, que contém um grande acervo de documentos. Do porto de Ushuaia saem passeios de barco que levam o turista para verem de perto as enormes geleiras e os animais locais. De lá, é possível chegar à Antártida.

Rio Grande é a capital da pesca da truta, pois esses peixes chegam a pesar até 14 quilos em suas águas gélidas. Na cidade, há vários museus, entre eles o Museu Virgínia Choquintel, com uma vasta coleção de temas regionais como os aborígenes, a fauna, a flora e a exploração do petróleo. Por outro lado, o Museu Rafaela Ishton é dedicado ao mundo de uma das etnias mais importantes da Terra do Fogo: os Shelk’nam, tribo de aborígenes nômades que morreu de doenças antes da chegada do europeu. O Centro de Ex-combatentes das Malvinas guarda as recordações da guerra da Argentina contra a Inglaterra em 1982 pelas ilhas Malvinas.

Porvenir é uma pequena cidade chilena com um pouco mais de 5000 habitantes, porém, o seu povo e a sua arquitetura colorida são muito simpáticos e vale a pena visitá-la. Para chegar a Porvenir, é preciso pegar o ferryboat em Punta Arenas. Em Porvenir, encontra-se o Museu da Terra do Fogo, com grande acervo sobre esse lugar espetacular e os seus aborígenes, exterminados por vírus e bactérias.

O famoso cientista Charles Darwin esteve na Terra do Fogo em busca de conhecimentos para elaborar a sua famosa “Teoria da Evolução”. A fauna e a flora locais o ajudaram muito nesse empreendimento.

Há várias pousadas confortáveis e com ótimos preços nas cidades da Terra do Fogo. A gastronomia local é bem apetitosa, com pratos que fazem o corpo esquentar. Essa é uma boa época para se conhecer a região, já que o dólar está baixo. Portanto, para os brasileiros, a viagem para a Terra do Fogo fica bem barata. Aproveite para conhecer o fim do mundo e fazer passeios inesquecíveis. Boa viagem!

Top