Viagem de Moto pelo Nordeste

A grande extensão litorânea e a diversidade de culturas e pontos turísticos faz com que o Nordeste brasileiro seja um destino bastante escolhido entre…

A grande extensão litorânea e a diversidade de culturas e pontos turísticos faz com que o Nordeste brasileiro seja um destino bastante escolhido entre os brasileiros quando o assunto é viagem. Formada por nove estados, a região tem área de mais de 1,5 milhão de quilômetros quadrados marcada pela presença de belas praias, gastronomia diversificada e famosas manifestações culturais. E já que existe tanto para se conhecer, muitos turistas optam por trajetos em que é possível visitar mais de uma localidade, a famosa “viagem pelo Nordeste”. Os mais aventureiros e apaixonados por motociclismo adicionam um elemento extra: a viagem pelo Nordeste sobre duas rodas.

A princípio a ideia parece simples, mas existe um item indispensável para que o percurso seja bem aproveitado: planejamento. Fazer uma grande viagem de moto exige preparação e muitos cuidados, já que as estradas são conhecidas por terem muitos buracos e caminhões, além de os trajetos serem muito extensos. Portanto, separamos, a seguir, algumas dicas para quem pretende se aventurar pelas estradas do Nordeste de moto.

Dicas

Planejamento: é o elemento primordial para a viagem. Antes de colocar o pé na estrada, é necessário fazer o roteiro, calcular a quilometragem a ser percorrida, pesquisar locais em que é possível encontrar uma hospedagem em que a motocicleta permaneça em segurança e, de preferência, ter uma companhia para a viagem. É muito comum que amigos viajem juntos, cada um em sua motocicleta, pois o apoio de uma outra pessoa pode ser vital para resolver situações complicadas e problemas que podem vir a acontecer.

A moto: os modelos mais indicados para viagens grandes é o “trail”, pela sua característica de suportar tanto as vias pavimentadas como as não-pavimentadas. Além disso, é indispensável que a motocicleta esteja em boas condições técnicas. Uma revisão mecânica antes da partida é muito importante, assim como a troca de pneus e outros itens de seguranças, caso seja necessário. Lembre-se que o bom funcionamento da sua motocicleta é uma porcentagem fundamental para o sucesso da sua viagem, afinal, é a sua garantia de segurança e de chegada ao destino.

O caminho: as alterações climáticas interferem diretamente nas condições das estradas, assim como a época escolhida para a viagem. Épocas de chuva não são as mais indicadas para uma viagem de moto, pois além da visibilidade reduzida, a segurança diminui nas estradas, com maiores possibilidades de acidentes. Além disso, o grande volume de automóveis, observado em momentos de férias escolares ou recessos nacionais, é um fator que também deve pesar na decisão da viagem: a vulnerabilidade da motocicleta é alta diante de grande caminhões e em estradas muito cheias. Além da questão da segurança, é essencial pensar nos congestionamentos que podem ocorrer em situações de estradas cheias. Uma breve pesquisa é de grande valia neste quesito.

Pesquise: é possível encontrar diversos relatos em fóruns na Internet sobre pessoas que já fizeram este tipo de viagem. Portanto, busque informações e troque ideias antes de se decidir. A experiência de quem já passou pela situação pode ser fundamental para quem pretende viajar.

Planejamento e pesquisa feitos? Então é só pegar estrada e conhecer uma das regiões mais bonitas do Brasil. Boa viagem!

Top