Veteranos de guerra receberão maconha de graça nos EUA Veteranos de guerra receberão maconha de graça nos EUA

Veteranos de guerra receberão maconha de graça nos EUA

Uma instituição que está localizada no Colorado começou a desenvolver desde o último sábado, 24 de maio, uma campanha de distribuição gratuita de pacotes…

Por Élida Santos em 26/05/2014

Uma instituição que está localizada no Colorado começou a desenvolver desde o último sábado, 24 de maio, uma campanha de distribuição gratuita de pacotes de maconha a veteranos de guerra. Essa iniciativa nova aconteça por ocasião do Memorial Day. Essa iniciativa só é possível  porque o consumo recreativo de maconha foi legalizado Colorado.

Veteranos de Guerra receberão maconha (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: FHC defende regulamentação da maconha

Veteranos de guerra receberão maconha de graça nos EUA

De acordo com informação distribuída pela Operation Grow4Vets, que é a promotora da campanha, esta é a primeira vez que nos Estados Unidos de distribui maconha legal, assim como os itens relacionados com seu consumo, a ex-combatentes do país.

Distribuição de maconha em bar nos EUA

Os veteranos que querem receber estas doações deverão apresentar-se no Dark Star Lounge, um bar ao oeste do centro de Denver, onde receberão um pacote com maconha ‘legalizada’, óleo, sementes e outros presentes doados por uma loja local para que eles possam relaxar.

Saiba mais informações sobre: Conheça as celebridades que fumam

Veteranos com síndromes pós-traumáticas terão prioridade

Joshua MacCurdy, coordenador do evento, disse que darão prioridade aos veteranos que se identifiquem como tal e que sejam vítimas de síndromes pós-traumáticas, dores crônicas ou outras ‘condições médicas consideradas sérias’ que os obriguem a fazer algum tipo de tratamento.

 

Maconha ajudaria os veteranos de guerra a ficarem calmos (Foto: Divulgação)

Doador de maconha quis homenagear pai

Toni Fox, dono do 3D Cannabis Center, a loja que doará a maconha, disse à Agência Efe que se uniu à campanha em homenagem a seu pai, um ex-combatente da Guerra do Vietnã que se suicidou por causa de uma síndrome pós-traumática que obteve por ter vivido os terrores da guerra. ‘A única coisa que o ajudava era a cannabis. Sei que se tivesse tido acesso seguro a cannabis, hoje estaria vivo’, disse Fox.

A iniciativa pretende fazer com que o número de suicídios diminuam por conta do uso da maconha, que ajuda a relaxar, segundo os organizadores do evento. Mais de 300 ex-soldados entraram em contato com a organização para receber a maconha nos primeiros dias de evento.

Top