Vendas de automóveis importados cai 28,1% em 12 meses

As companhias filiadas a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automóveis (Abeiva) terminaram o mês de abril com 11.917 veículos emplacados no Brasil,…

O responsável pela queda é o elevado IPI para modelos que chegam de fora do eixo Mercosul-México.

As companhias filiadas a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automóveis (Abeiva) terminaram o mês de abril com 11.917 veículos emplacados no Brasil, indicador 12,8% inferior ao de março que apresentou 13.666 vendas. Na checagem anual a queda foi mais expressiva, de 28,1%:  em abril do ano passado as marcas da Associação comercializaram 16.573 automóveis importados. O relatório foi divulgado nesta segunda-feira, em São Paulo.

Leia mais: Leilão de carros importados da Receita Federal

Segundo a entidade, o responsável é o elevado IPI para modelos que chegam de fora do eixo Mercosul-México, em vigor desde dezembro do ano passado. “Os primeiros sinais da influência da alta do IPI começam a aparecer”, diz Flavio Padovan, presidente da entidade. “Registramos queda de 12,8% em abril, enquanto o mercado anotou desaceleração de 13,8%. Mas na comparação anual a queda foi de 28,1% para a Abeiva e 10,3% no setor automotivo em geral”.

A situação tende a se agravar, de acordo com Flavio, já que, os estoques de importados sem repasse do IPI devem se esgotar entre maio e junho, obrigando as companhias a elevarem as tarifas ao consumidor.

Leia também: Os veículos mais prezados pelos proprietários

O relatório referente aos quatros primeiros meses também é desfavorável às importadoras. Com 47.380 unidades emplacadas, elas perderam 9,2% em relação as 52.161 vendas entre janeiro e abril do ano passado. A participação do mercado também sinaliza retração: foi de 4,87% em abril, contra 6,07% do mesmo mês em 2011.

No entanto, neste mesmo período, o número de concessionárias cresceu,  saltando de 848 pontos de venda para 882. De acordo com o relatório, cerca de 35 mil pessoas trabalham para as marcas filiadas em todos o país.

Leia Também:  Diferença entre pacotes de tarifas bancárias chega a 70%

Top