Veja quais são os sintomas do Parkinson

Os sintomas do Parkinson nem sempre são fáceis de reconhecer. Diferente do que muita gente pensa, a doença não se manifesta apenas através de…

Por Isabella Moretti em 02/05/2016

Os sintomas do Parkinson nem sempre são fáceis de reconhecer. Diferente do que muita gente pensa, a doença não se manifesta apenas através de tremores. Ela também tem sinais mais sutis, que exigem atenção para que aconteça um diagnóstico precoce.

Os sintomas de Parkinson vão muito além de tremores. (Foto Ilustrativa)

Os sintomas de Parkinson vão muito além de tremores. (Foto Ilustrativa)

O mal de Parkinson é uma doença degenerativa, que afeta o cérebro principalmente com a chegada da terceira idade. Em geral, a enfermidade prejudica a coordenação motora e dificulta algumas ações simples, como caminhar e movimentar as mãos.

Existem poucas estatísticas sobre o Parkinson no Brasil. No entanto, há uma estimativa de que 200 mil brasileiros sofrem com essa doença.

Primeiros sintomas do Parkinson

O Parkinson é responsável por desencadear sérios problemas de movimentação, afinal, ele torna os músculos do corpo mais rígidos. O portador da doença normalmente dica com uma postura encurvada, sente dificuldades para caminhar, perde o equilíbrio com facilidade e realiza todos os seus movimentos de forma bem mais lenta do que o normal.

Muitas vezes, os sintomas relacionados aos movimentos automáticos do corpo surgem antes dos clássicos tremores, mas acabam sendo ignorados. O doente não procura ajuda médica porque acredita ser consequência do envelhecimento.

O doente sofre com uma série de dificuldades motoras. (Foto Ilustrativa)

O doente sofre com uma série de dificuldades motoras. (Foto Ilustrativa)

Quando atinge um estágio mais avançado, o Parkinson desenvolve outros sintomas, como prisão de ventre, dificuldades de fala, sono agitado e problemas cognitivos. O portador da doença pode sofrer com confusão mental, demência e até mesmo alucinações.

O que causa o Parkinson?

O Parkinson se manifesta quando as células nervosas produtoras de dopamina são destruídas. Quando o cérebro fica sem essa substância, ele não consegue enviar mensagens para as outras partes do corpo, o que acaba desencadeando as dificuldades de movimentos musculares.

Os médicos não sabem ao certo o que causa a destruição das células nervosas. A hipótese mais provável é uma propensão genética, ou seja, ter membros da família que já sofreram com o problema.

Diagnóstico de Parkinson

Os sintomas de Parkinson tendem a piorar com o passar do tempo, por isso é tão importante a realização do diagnóstico precoce. Assim que os primeiros sinais da doença se manifestarem, é preciso procurar um neurologista e realizar exames.

Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento. (Foto Ilustrativa)

Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento. (Foto Ilustrativa)

Tratamento de Parkinson

Não há uma cura para o mal de Parkinson, mas os sintomas podem ser atenuados com tratamento. O médico normalmente receita medicamentos que tratam problemas relacionados aos movimentos e tremores. Também é recomendada a prática de exercícios físicos.

Ficou com alguma dúvida sobre os sintomas do Parkinson? Deixe um comentário.

 

Top