Veja porque é importante ser amiga dos filhos

Antigamente a relação entre mães e filhos era determinada pela imposição de disciplinas e castigos, o que criava uma barreira entre o diálogo para…

Antigamente a relação entre mães e filhos era determinada pela imposição de disciplinas e castigos, o que criava uma barreira entre o diálogo para com eles. Hoje em dia essa relação é muito mais intensa e marcante, do ponto de vista emocional e afetivo. A disciplina é dada como forma de orientar o filho para o que é correto e não mais como uma forma de impor uma ordem que deve ser estritamente obedecida. Muito mais que isso, as mamães de hoje em dia desempenham um papel de amigas e companheiras dos filhos.

A relação entre pais e filhos, hoje é muito mais intensa e marcante

Amizade sem inversão de papéis

A educação dos filhos passou por várias transformações. Hoje em dia eles possuem espaço maior para expressar suas opiniões e ideias, muito diferente da forma de disciplina de alguns anos atrás. Porém, é importante que a mãe preste atenção quanto a sua postura, para evitar que ela ou o filho confundam os papéis. Nessa relação, não cabe se comportar como se ambos tivessem a mesma idade, para que não seja perdida a relação de autoridade.

Dicas de como ser amiga sem deixar de ser mãe

1.      Exercer a autoridade:

  • É muito importante que a mãe exerça a autoridade que possui, para que o filho compreenda que ela é responsável pelas decisões;
  •  Agir dessa forma contribui para o desenvolvimento emocional da filho.

    Não deixar de exercer autoridade é essencial

2.      Mostre a capacidade que o filho possui:

  • Os filhos, principalmente as crianças, têm a necessidade de que a mãe mostre a capacidade que eles possuem;
  •  Além disso, necessitam de estímulos para se tornarem independentes, o que acaba acontecendo de acordo com o avançar da idade. É papel fundamental dos pais transmitirem confiança aos filhos;

3.      Estabeleça regras:

  • Os filhos precisam de regras, horários e limites estabelecidos;
  • Quando são instituídas, os pais podem ensinar os filhos a negociar as situações, por exemplo, deixando-o fazer o que gosta após ter terminado a tarefa que lhe foi dada;
  • É importante também que eles expressem seus sentimentos. 

4.      Tempo para conversar:

  • Investir no relacionamento com o filho e reservar um tempo para ele é muito importante;
  • É bom ter um tempo em que ele possa contar suas histórias, falar sobre seus receios e medos, estabelece uma relação de confiança, facilitando o convívio entre mãe e filho;
  • É importante não se esqueça de que eles aprendem pelo modelo, então é necessário ser coerente no que é dito, evitando desconfianças.

É importante que os pais separem um tempo para conversar com o filho

A relação entre mães e filhos, nos dias atuais, é muito melhor e mais intensa do alguns anos atrás. O amor de mãe não deve comprometer a individualidade e nem causar uma dependência anormal dos filhos. Essa relação deve ser baseada em respeito e aprendizado de forma que possa ser estabelecida uma amizade verdadeira e correta.

Top