Vegetarianos têm uma vida sexual melhor

Uma pesquisa recente revelou que a vida sexual dos vegetarianos pode ser mais apetitosa do que a das pessoas que costumam comer carne. Segundo…

Por Isabella Moretti em 28/11/2012

Uma pesquisa recente revelou que a vida sexual dos vegetarianos pode ser mais apetitosa do que a das pessoas que costumam comer carne. Segundo uma pesquisa publicada no jornal Hormones and Behavior, os indivíduos que consomem tofu e vegetais apresentam um desempenho na cama superior quando comparados aos apaixonados por churrasco. As informações apareceram no tabloide Daily Mail.

Alimentos da dieta vegetariana podem melhorar a vida sexual (Foto:Divulgação)

Dieta vegetariana favorece o sexo, diz pesquisa

Para chegar à conclusão de que os vegetarianos possuem uma vida sexual mais satisfatória, os pesquisadores realizaram um estudo com macacos vermelhos, que foram observados durante um período de 11 meses. Vários dados foram levantados, como níveis de agressão, frequência de acasalamento e tempo gasto com higiene. Os estudiosos também coletaram amostras de fezes para verificar as mudanças hormonais.

Depois de analisar e interpretar os dados, os responsáveis pelo estudo constataram que os macacos que se alimentaram de folhas de uma árvore tropical estavam mais dispostos para o acasalamento. Isto aconteceu porque o alimento ingerido é rico em um composto que possui estradiol, também conhecido como hormônio do sexo. Embora a pesquisa tenha sido realizada com os primatas, os cientistas acreditam que a substância encontrada em vegetais tem um efeito similar no organismo humano.

Saiba mais: Alimentos afrodisíacos: quais são

A pesquisa se baseou na observação de macacos e identificou hormônio do sexo nos vegetais. (Foto:Divulgação)

Michael Wasserman, líder da pesquisa e integrante do Departamento de Ciências Ambientais, Política e Gestão da Universidade de Berkeley, garantiu que os alimentos típicos da dieta vegetariana influenciam nos níveis hormonais da vida sexual.

Wasserman também acrescentou que, os compostos semelhantes ao estrogênio presentes nos vegetais, interferem no comportamento social e na saúde. O cientista foi ainda mais audacioso em sua declaração, ao afirmar que as plantas assumiram papel decisivo na evolução dos primatas.

Carne não é sinônimo de virilidade

O resultado da pesquisa liderada por Wasserman contradiz a opinião de muitos homens. De acordo com um estudo recente realizado pela Universidade Belarmino, em Louisville, grande parte do público masculino acredita que o consumo de carne aumenta a virilidade. Este levantamento foi elaborado após um alerta da PETA, uma associação que defende os direitos dos animais.

Comer carne não aumenta virilidade. (Foto:Divulgação)

O estudo descobriu que o colesterol presente nos ovos, na carne e nos laticínios pode entupir as artérias e reduzir o fluxo de sangue no corpo, incluindo os órgãos que são essenciais para o bom desempenho sexual. Por outro lado, as frutas e legumes desempenham papel importante na virilidade e não comprometem a saúde.

Veja também: Benefícios de ser vegetariano

Top