Vasco vence o Bahia e assume a ponta do Brasileirão

A vitória do Vasco por 2 a 0 contra o Bahia, em Salvador, valeu mais do que os três pontos para os vascaínos. Com…

Liderado por Diego Souza, Trem Bala da Colina segue impossível neste Brasileirão

A vitória do Vasco por 2 a 0 contra o Bahia, em Salvador, valeu mais do que os três pontos para os vascaínos. Com o triunfo, a equipe carioca voltou à liderança isolada do Brasileirão, com 57 pontos, dois a mais do que o vice-líder Corinthians, que apenas empatou com o Internacional.

Superior em campo durante toda a partida, o Vasco foi mais agressivo e mereceu chegar ao resultado. Felipe, no primeiro tempo, e Diego Souza, no último lance do jogo, foram os heróis vascaínos no estádio de Pituaçu.

Vascão pressiona e sai na frente

O Bahia até insinuou uma pressão no início da partida em Salvador. Porém, não demorou muito para a equipe vascaína dominar as ações do confronto. Logo aos cinco minutos, Diego Souza soltou a bomba e Marcelo Lomba defendeu.

Apesar do maior volume de jogo do Vasco, os baianos tiveram a primeira boa chance de marcar. Aos nove, Reinaldo chutou de fora da área e a bola explodiu no travessão.

Daí em diante, só deu Vasco. Bem postado em campo, o Vasco abusava da qualidade na troca de passes entre seus jogadores de meio de campo. Com Fagner e Felipe chegado com facilidade ao ataque, a equipe cruzmaltina envolvia o setor de marcação dos baianos. Diego Souza, ligado em campo, não dava sossego aos defensores do Tricolor. Aos 16, o meia marcou o gol, mas o assistente errou ao assinalar impedimento.

Diante de tamanha superioridade, o gol vascaíno era questão de tempo. E saiu aos 22 minutos. Felipe tabelou com Diego Souza, recebeu na entrada da área e finalizou com precisão no ângulo direito do gol de Marcelo Lomba. Golaço de Felipe.

Continuar Lendo  Organizado por Zico, Jogo das Estrelas será no dia 28, em São Paulo

Depois do gol, o Vasco continuou pressionando, principalmente com jogadas pelos lados do campo. Aos 36, Fagner recebeu lançamento e arriscou de longe para defesa de Marcelo Lomba. Aos 43, foi a vez de Eder Luis quase ampliar. O atacante recebeu na entrada da área, arriscou a finalização e a bola passou raspando o gol de Lomba.

Segunda etapa morna em Pituaçu

O panorama do jogo seguiu o mesmo na segunda etapa. A equipe vascaína continuava com o controle da partida, enquanto os baianos encontravam problemas no setor de criação. Aos 10, o Vasco esteve perto de aumentar o placar. Diego Souza rolou para Fagner, dentro da área, isolar a bola por cima do gol.

Disposto a ampliar o marcador, o Vasco seguia atacando a todo vapor. Aos 20, Nilton soltou a bomba de longe e a bola passou perto do gol do Bahia. Com os jogadores de armação apagados, o time baiano não conseguia organizar jogadas ofensivas.

Somente aos 30, o Bahia chegou perto do gol de Fernando Prass. Depois de bola alçada na área, Junior cabeceou fraco nas mãos do goleiro vascaíno. A jogada animou o time baiano, que passou a trabalhar mais a bola no campo de ataque. Por sua vez, o Vasco recuou um pouco e apostava apenas nos contra-ataques para tentar matar o jogo.

Sem se expor, o Vasco era inteligente e segurava a bola na frente, impedindo que os baianos ameaçassem uma pressão nos últimos minutos da partida. Aos 46, a equipe vascaína ainda teve tempo de liquidar o jogo. Diego Souza tabelou com Bernardo, invadiu a área, deu um toque preciso para tirar de Marcelo Lomba e anotor o segundo gol do Vasco no jogo.

Top