Vantagens e desvantagens de cada tipo de parto

Diferente do que as futuras mamães pensam, a escolha do tipo de parto não depende apenas delas. Na verdade, durante o processo, tudo é…

Diferente do que as futuras mamães pensam, a escolha do tipo de parto não depende apenas delas. Na verdade, durante o processo, tudo é levado em consideração, inclusive fatores como tamanho do bebê, desejo materno e bom desenvolvimento do trabalho de parto.

Apesar de muitos determinantes influenciarem a decisão conjunta do médico e da paciente, confira as principais vantagens e desvantagens de cada tipo de parto, amenizando as ansiedades e incertezas das gestantes.

Uma orientação médica adequada é fundamental para optar pelo melhor tipo de parto

Leia também: Saiba como lidar com o medo do parto.

Comparação entre os tipos de partos

Parto normal

  • Realizado via vaginal;
  • Indicação: em todos os tipos de casos;
  • Riscos: lacerações de vagina, no reto, hemorragia, traumas ao bebê;
  • Tempo de recuperação: 15 a 20 dias.

Parto normal cócoras

  • Realizado via vaginal;
  • Indicação: gravidez sem intercorrências;
  • Riscos: lacerações na vagina, no reto, hemorragias, traumas no bebê;
  • Tempo de recuperação: 15 a 20 dias.

Parto normal na água

  • Realizado via vaginal dentro de uma banheira ou piscina;
  • Indicação: gravidez sem intercorrências;
  • Riscos: infecção, laceração vaginal.  Vale lembrar que esse tipo de parto é menos traumático para o bebê;
  • Tempo de duração: 15 a 20 dias.

As futuras mamães ficam ansiosas com a aproximação do dia do nascimento

Parto vaginal com fórceps

  • Realizado via vaginal, em associação com a introdução de um instrumento cirúrgico pelo canal genital, de modo a ajustar os dois lados da cabeça do bebê;
  • Indicação: quando o parto não acontece de maneira eficiente e, por algum motivo, o bebê não consegue sair;
  • Riscos: trauma vaginal, na bexiga e no reto, além de lesões cranianas no  bebê;
  • Tempo de recuperação: 15 a 20 dias.

Parto cesárea

  • Realizado através de procedimento cirúrgico;
  • Indicação: quando há riscos para a mãe e para o bebê. Geralmente, quando a gestante desenvolve hipertensão e diabetes durante a gestação ou desproporção entre a cabeça do bebê e a pelve da mãe.
  • Riscos: complicação anestésica, hemorragia, infecções e lesões intra-abdominais;
  • Tempo de recuperação: 30 a 40 dias.

O parto predileto dos especialistas

O parto vaginal espontâneo ou normal, é o tipo de parto mais recomendado pelos médicos. Isso se deve pela rápida recuperação da mulher, após o nascimento do bebê. Isso significa que, comparando os outros tipos de partos com o normal, foi comprovado que depois de pouco tempo a mulher pode recuperar não só suas atividades rotineiras, mas também suas funções vitais, incluindo as cardíacas e respiratórias.

O parto normal é o predileto dos especialistas no assunto

Leia também: Campanha de incentivo ao parto normal

Como foi demonstrado, o tipo de parto a ser escolhido pelo médico obstetra dependerá de alguns fatores, incluindo o tamanho e a posição do bebê. Após conhecer um pouco mais sobre as vantagens e as desvantagens de cada um deles, vale a pena procurar a orientação de um especialista, de modo a conhecer as melhores opções para cada caso.

Leia também:

Fases do parto: descubra os sinais da chegada do bebê.

Importância do uso da cinta pós-parto.

Top