Vagas de Emprego Supermercado Zona Sul 2010

Arrumar um emprego não é fácil e devemos estar atentos a todas as possibilidades acessíveis hoje em dia. Para quem mora no Rio de…

Por Redacao em 01/02/2010

Arrumar um emprego não é fácil e devemos estar atentos a todas as possibilidades acessíveis hoje em dia. Para quem mora no Rio de Janeiro ou perto de uma das lojas dos Supermercados Zona Sul é uma ótima oportunidade de emprego.

Vagas de Emprego Supermercado Zona Sul 2010. Está sendo oferecidas 200 vagas de emprego pela rede regional de supermercados Zona Sul, que possui 30 lojas no estado do Rio de Janeiro.

As oportunidades de trabalho foram distribuídas entre os seguintes cargos: operador de caixa, balconista de peixaria, balconista de laticínios, balconista de frutas, legumes e verduras, ajudante de pizzaiolo, ajudante de padeiro e fiscal de caixa.

Exigências para participar da seleção: ter ensino fundamental completo (menos para o cargo de balconista de peixaria, que exige a partir do 6º ano – antiga 5ª série) e ter experiência de seis meses comprovada em carteira.

Para se candidatar as vagas, você deve enviar seu currículo para o email [email protected] ou então entregá-lo pessoalmente na sede da empresa, que fica na Av. Brasil, 9201 – Olaria. O horário de atendimento é de segunda a sexta, de 8h às 11h. Leve também seu RG, CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de escolaridade.

Vagas de Emprego Supermercado Zona Sul 2010

Os benefícios oferecidos pelo Zona Sul são: assistência médica, vale-transporte, alimentação no local (café da manhã e almoço para turno diurno; lanche para turno noturno), participação nos resultados alcançados e plano de carreira.

As contratações para vagas efetivas são para início imediato e as demais estão previstas para outubro. As vagas temporárias podem se tornar efetivas.

Cada candidato passará por três etapas de seleção: inscrição, teste e entrevista.

Vamos deixar aqui abaixo varias dicas para você deixar seu currículo no ponto de entregar no Supermercado Zona Sul, ou seja, são apenas algumas dicas para você fazer seu currículo de forma mais eficaz.

1 – Não seja igual aos outros! Fuja dos modelos de currículo pré-fabricados e dos sites que preenchem os currículos automaticamente para você: você não deseja que o seu avaliador veja você como “mais um”. Pelo contrário, você quer se destacar, e precisa fazer isso sem perder a linha. Não há problema em consultá-los, estudá-los ou mesmo em adotar algumas idéias deles, entretanto.

2 – Não use papéis extravagantes. Se você deseja investir na qualidade do papel de seu currículo, escolha um papel de boa qualidade, mas branco, liso e em formato A4. Peça na papelaria por papel A4, gramatura 90 g/m2. Texturas, cores, marmorização e outros “diferenciais” nem sempre passam a mensagem que você gostaria que passassem.

3 – Não inclua uma folha de rosto. É um currículo, e não um relatório escolar!

4 – Não desperdice esforços com uma capa ou envelope especiais. Não há nada de errado com eles, mas tende a ser esforço desperdiçado. A não ser que a empresa seja muito pequena, é provável que os currículos sejam recebidos por um setor de protocolo, repassados a alguém que vai colocá-los em uma pasta e só então entregues ao avaliador – e o seu envelope, capa ou invólucro especial têm enormes chances de irem para o lixo nas primeiras duas etapas.

5 – Não use fontes Times New Roman, Comic Sans ou uma fonte extravagante. A primeira seria adequada (não há nada de errado com ela), mas como é a fonte padrão de vários editores de texto, tem grande chance de ajudar você a parecer “mais um”. A segunda só é adequada para decorações de festas infantis. Escolha uma fonte clara, sóbria e com boa legibilidade. Experimente Arial, Georgia, Verdana. Minha preferida é Georgia 10 ou 11.

6 – Fontes pequenas demais nunca. Seu avaliador pode enxergar mal. Uma fonte bastante legível pode ser reduzida até no máximo 9 pontos. O ideal é não descer abaixo dos 10 pontos. Se a parte essencial do seu texto não couber na primeira página, não tente espremê-la reduzindo a fonte, ou seja, use sempre entre tamanhos de 10 a 12.

7 – Colorido? Nunca. Use sempre preto. O uso de fontes em cor cinza é um truque comum para reduzir o “peso” de uma página, mas existe um limite abaixo do qual ele prejudica a legibilidade. Prefira o preto, ou no máximo um cinza bem escuro (75% ou mais).

8 – Não coloque bordas ou decorações no curriculo. Nada de desenhos, gravuras, ilustrações. Molduras e bordas também devem ser evitadas. Se for usar alguma cor (além do preto), limite-se a apenas uma, e apenas onde houver necessidade.

9 – Não use papéis estranhos ou amassados. Seu avaliador vai receber muitos currículos, e terá que guardá-los em um envelope ou pasta. Se o seu for muito grande, não vai caber. Se for muito pequeno, pode ficar solto, ou ficar entre 2 outros e nem ser lido. No Brasil, use sempre papel em formato A4.

10 – Imprima de forma correta. Ninguém quer virar o seu currículo de lado para ler, especialmente se ele estiver grampeado a vários outros, ou fixado em uma pasta. Arranje outras maneiras de ser diferente .

Top