Uso da mídia social em protestos

Organizadas pela web, as manifestações que tomaram conta do país ontem, 17 de junho de 2013, passaram o dia no topo da Trend Topics…

Organizadas pela web, as manifestações que tomaram conta do país ontem, 17 de junho de 2013, passaram o dia no topo da Trend Topics mundial do Twitter. Essa lista dos assuntos mais comentados na rede expressa a força da mídia social em protestos. Os manifestantes se organizaram principalmente por meio do Facebook para se encontrar em um determinado ponto das capitais nacionais e sair pelas ruas em passeata contra o aumento das passagens de ônibus, corrupção e investimentos superfaturados na Copa do Mundo de Futebol.

Famosos usam as redes sociais para apoiar protestos (Foto: Divulgação)

Primavera Árabe teve organização por meio das redes sociais

A Primavera Árabe, como ficou conhecida a revolução que se espalhou por 14 países e derrubou ditadores e presidentes a partir de 2010, no Brasil, pessoas insatisfeitas com o aumento das passagens de ônibus, qualidades de serviços públicos, PEC 37 (que retira poderes de investigação do Ministério Público), entre outros problemas políticos nacionais, organizaram manifestações por meio das redes sociais.

Trecho de Hino Nacional fica entre assuntos mais comentados no mundo

Uma prova de que a organização de manifestações por meio de redes sociais é algo que faz parte da cultura pop é que no Twitter, o texto mais repetido em todo o mundo como hashtag foi #VerásQueUmFilhoTeuNãoFogeALuta, trecho do Hino Nacional brasileiro e um dos lemas dos protestos que parou São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e outras cidades do Brasil.

O microblog ainda tinha como um dos assuntos mais comentados mundialmente #PorUmBrasilOnde. Os usuários do site postavam a frase seguida de um pedido com relação à pauta de reivindicação dos ativistas. Saúde, educação, qualidade de vida e justiça foram os complementos dessas frases mais utilizados.

Yasmin protesta em redes sociais (Foto: Divulgação)

Famosos protestam por meio das redes sociais

Sem ser imune as manifestações por meio das redes sociais, pessoas famosas em todo o Brasil expressaram solidariedade pela causa. Yasmin Brunet, Mayana Neiva, Carmo Dalla Vechia, Fernanda Rodrigues, Paulo Vilhena e Thayla Ayala. Muitos ainda se uniram a multidão e foram às ruas protestar em suas cidades, usando a sua imagem de fama a favor da democracia.

Leia Também:  Dicas de presentes para mães que gostam de ler

Top