TV no quarto da criança: sim ou não?

Antigamente, as televisões custavam muito caro, por isso, elas ocupavam um lugar de destaque nas casas, na sala de estar. Com o tempo, esses…

Antigamente, as televisões custavam muito caro, por isso, elas ocupavam um lugar de destaque nas casas, na sala de estar. Com o tempo, esses aparelhos tronaram-se mais acessíveis e, com isso, foram invadindo os demais cômodos. Atualmente, as televisões ocupam até mesmo os quartos das crianças, um assunto que virou polêmica entre os pediatras e psicólogos. Tendo isso em vista, separamos abaixo algumas informações sobre a televisão no quarto da criança: um voto de sim ou de não.

Saiba como ganhar mais espaço no quarto infantil.

Dados mostram que as crianças passam muito tempo em frente a televisão. (Foto: divulgação)

Televisão no quarto da criança – um assunto polêmico!

Há tempos que pediatras e psicólogos discutem sobre ter ou não uma televisão no quarto da criança. Por um lado, alguns especialistas defendem a “liberdade infantil”. Ou seja, é difícil pais e filhos entrarem em acordo quando o assunto é programa de televisão. Enquanto os adultos buscam por matérias de jornais ou outros assuntos relacionados, os pequenos almejam por desenhos animados. Além disso, através da limitação e do diálogo, é possível que os filhos aprendam a conhecer e respeitar os limites de cada um logo cedo. Dessa forma, colaborando com a formação de um adulto mais realista e maleável.

Os pais devem evitar o exagero!

Um dos cuidados essenciais que os pais devem ter é o de evitar exageros. Muitos deles se baseiam no argumento de dar liberdade às crianças e acabam transformando o quarto dos filhos em um ambiente a parte. Chegam a colocar televisões, computador, videogame e, até mesmo o aparelho de som. Isso tudo faz com que as crianças se distanciem dos outros familiares, pois tudo que as agrada está exposto em seu quarto.

Os pais devem incentivar brincadeiras ao ar livre. (Foto: divulgação)

Incentivando a atividade física

Uma das formas encontradas pelos pais para que os filhos não se isolem do mundo e fiquem presos em seus quartos, é incentivá-los a praticar atividade física. Os pais podem dar algumas opções, como jogos, brincadeiras e esportes que são praticados ao ar livre. Segundo psicólogos, essa é uma ótima maneira para evitar que a criança fique “enfurnada” dentro do quarto.

Continuar Lendo  Clarabóia: saiba como usar, dicas

É muito importante ter controle sobre o tempo gasto em frente à televisão

Algumas pesquisas mostram que as crianças gastam muitas horas em frente à televisão. Há casos em que elas ficam até seis horas compenetradas nos programas televisivos. Esse é um dado alarmante! A Academia Americana de Pediatria recomenda que uma criança deva assistir, no máximo, duas horas de televisão por dia. Caso a televisão esteja no quarto da criança, esse controle se torna mais difícil. O que trona o assunto ainda mais polêmico.

Os pais e a criança devem chegar em um consenso em relação a televisão. (Foto: divulgação)

Colocar ou não a televisão no quarto da criança é um assunto muito polêmico entre os especialistas. Há diversos argumentos a favor e contra a situação. Esperamos que, após conhecer um pouco mais sobre o assunto, que a decisão seja tomada em conjunto com a família, incluindo os mais interessados, as crianças.

Saiba mais sobre a programação do gloob.

Top