Trombose: causas, tipos e tratamento

O que é trombose venosa profunda, conhecida popularmente como trombose? Mas afinal, o que é trombose venosa profunda? Trombose venosa profunda (TVP)  é  a…

O que é trombose venosa profunda, conhecida popularmente como trombose?

Mas afinal, o que é trombose venosa profunda?

Trombose venosa profunda (TVP)  é  a formação de um trombo (coágulo de sangue), dentro de um vaso do sistema circulatório venoso, decorrente de alguma lesão do vaso ou de algum fator que colabore com a estagnação do sangue, em seu interior. A obstrução pelo coágulo pode ser parcial ou total e, na pior das hipóteses, pode se desprender, deslocando-se até pulmões e, até mesmo ao cérebro, ocasionando obstrução do fluxo sanguíneo. Quando isso ocorre, pode ser fatal! Esse deslocamento do trombo para o pulmão, denominamos embolia pulmonar.

Como se desenvolve a TVP?

Como o desenvolvimento da TVP é muito complexo, iremos mencionar os três principais fatores que podem estar relacionados ao seu aparecimento.

1. Estagnação ou estase venosa

É quando ocorre à diminuição da circulação do sangue, por algum motivo, como exemplos, pessoas acamadas, pessoas que permanecem sentadas por muito tempo ou que foram submetidas a cirurgias prolongadas.

2. Lesão do vaso

O vaso sanguíneo possui as paredes internas lisas que colaboram com a circulação sanguínea, se por algum motivo isso é modificado, a circulação no interior destes encontra-se prejudicada. Exemplos de situações que podem alterar a circulação são: traumas, infecções ou medicamentos administrados por via intravenosa.

3. Hipercoagulabilidade

Situações que colaboram com o aumento da viscosidade sanguínea, resultando em uma maior propensão em desenvolver coágulos. Entres as situações colaboradoras, podemos citar: tumores, gravidez, uso de anticoncepcional e diabetes mellitus.

Quais os fatores de risco?

Alguns fatores que podem predispor o aparecimento da TVP são:

  • Idade acima de 40 anos;
  • Obesidade;
  • Grandes varizes;
  • História anterior de trombose;
  • Uso de reposição hormonal ou de anticoncepcional;
  • Tabagismo;
  • Fatores genéticos que alteram a atividade de coagulação sanguínea;
  • Grandes cirurgias ou ortopédicas;
  • Pessoas acamadas;
  • Infecções;
  • Gravidez;
  • Traumas;
  • Queimaduras.
Leia Também:  Suco para combater o cansaço

Quais os sintomas e sinais apresentados?

A manifestação clínica da TVP é muito variável, podendo ir de aparecimento assintomático, até o aparecimento de todos os sinais e sintomas possíveis e sugestivos. Os principais sintomas que podemos citar são:

  • Dor intensa no membro acometido;
  • Inchaço, geralmente apenas do lado do membro afetado;
  • Vermelhidão;
  • Endurecimento da musculatura do membro afetado;
  • Aumento da temperatura local.

Como posso prevenir?

  • De um modo geral, evite ficar muito tempo na mesma posição. Faça exercícios, como caminhada; isto já ajudará, e muito, na prevenção.
  • Se você sofre de varizes, fique atento à evolução destas. Qualquer dúvida procure um médico, imediatamente!
  •  Evite o hábito de fumar com o uso de anticoncepcional ou reposição hormonal. Esta atitude aumenta os casos de aparecimento de trombose;
  • Em caso de cirurgia, converse com o médico a respeito da prevenção de trombose.

Atitudes como essas, podem ajudar  a se livrar dessa temível doença! Cuide-se!

Top