Tristeza e depressão: diferenças, como identificar

De acordo com pesquisas recentes, a depressão é a doença do século. No entanto, ela é comumente confundida com o sentimento de tristeza. Para…

Por Editorial MDT em 17/06/2013

De acordo com pesquisas recentes, a depressão é a doença do século. No entanto, ela é comumente confundida com o sentimento de tristeza. Para não confundir algo comum com a doença, é muito importante que o indivíduo entenda como identificar o problema, de forma a buscar o tratamento ideal o mais rápido possível. Saiba como identificar as diferenças entre tristeza e depressão.

O isolamento social é o sinal mais grave da depressão. (Foto: divulgação)

☰ CONTEÚDO

Identificando a tristeza

A tristeza é um sentimento momentâneo que é considerável saudável e é importante para o indivíduo. Ela ajuda na elaboração das perdas e sofrimentos diversos. Os indivíduos que já foram atingidos pela ocorrência de perdas gerais, como a vaga do emprego ou mesmo de entes queridos, atravessa a fase de sofrimentos e de angústia. Esses sentimentos podem se prolongar por um determinado tempo, que normalmente é em torno de dois meses. Após esse período, a vida vai tomando o ritmo normal.

A origem da depressão

No caso da doença depressão, a tristeza não passa, mesmo após o período que originou o sentimento. Quando isso acontece, a apatia, a indiferença, a desesperança, a falta de perspectiva ou prazer pela vida começam a dar início e são sintomas claros de depressão. Todas essas manifestações podem aparecer ou desaparecer de maneira sutil, mas em alguns casos podem ser mais graves, com sintomas mais intensos, inclusive de isolamento social. Independente da gravidade do problema, é essencial que o indivíduo busque a orientação de um especialista, para dar início o quanto antes ao tratamento. Quando não devidamente tratada, a depressão pode trazer grandes consequências à saúde do indivíduo.

O tratamento da depressão deve ter um acompanhamento multiprofissional. (Foto:divulgação)

Conheça mais sobre a depressão

Diferente do que muitas pessoas pensam, a depressão não é um estado de tristeza profunda. Na verdade, ela é um evento psiquiátrico que é algo bastante diferente e que necessita de tratamento específico. Essa patologia é classificada no grupo das doenças afetivas, ou seja, aquelas que tem uma evolução cíclica, intercalam os períodos de depressão e de sanidade.

As manifestações clínicas do problema podem ser mais brandas, variando até formas mais graves. Devido a essa alternância de sentimentos, as pessoas acabam demorando em buscar ajuda, retardando o tratamento. Como consequência, alguns casos tronam-se muito graves, não conseguindo serem tratados apenas com os medicamentos existentes no mercado.

Saiba identificar as diferenças entre tristeza e a depressão. (Foto: divulgação)

A depressão e a tristeza são problemas que estão cada vez mais presentes entre os indivíduos. No entanto, poucas pessoas conhecem seu real significado, sendo que, em alguns casos, elas acabam usando-as como sinônimo. Após conhecer as diferenças entre a tristeza e a depressão e conhecer mais sobre as manifestações clínicas. É muito importante que o indivíduo busque a orientação de um especialista, de forma a iniciar o tratamento adequado rapidamente.

Top