Tratar e prevenir bicho geográfico

Aprenda como tratar e prevenir bicho geográfico. Essa doença, também chamada de larva migrans cutânea, é causada por um parasita, que se aproveita de…

Por Isabella Moretti em 23/04/2016

Aprenda como tratar e prevenir bicho geográfico. Essa doença, também chamada de larva migrans cutânea, é causada por um parasita, que se aproveita de uma ferida ou corte para penetrar na pele.

O bicho geográfico é um parasita comum na areia da praia. (Foto Ilustrativa)

O bicho geográfico é um parasita comum na areia da praia. (Foto Ilustrativa)

Em geral, as pessoas adquirem bicho geográfico ao caminharem descalças em lugares propícios, como ruas, praias e sítios. O parasita, responsável pela enfermidade, está presente nas fezes dos animais domésticos, como cães e gatos, por isso é tão comum sofrer com esse problema.

Tratar e prevenir bicho geográfico

Os sintomas de bicho geográfico se manifestam dias depois do contato direto com o parasita. Eles são bem característicos e fáceis de identificar. Primeiramente, a pessoa sofre com uma sensação de coceira na pele, que se intensifica no período da noite. Também é comum o aparecimento de vermelhidão, que forma um caminho tortuoso embaixo da pele. A sensação de movimento e o inchaço na região atingida também são sinais típicos da doença.

Tratamento de bicho geográfico

O organismo humano se encarrega de eliminar a larva naturalmente, dentro de 4 a 8 semanas após o início da infecção. Contudo, é possível realizar um tratamento médico para amenizar os sintomas e evitar as complicações.

Pomadas e ajudam a aliviar os sintomas. (Foto Ilustrativa)

Pomadas e remédios antiparasitários ajudam a aliviar os sintomas. (Foto Ilustrativa)

O tratamento para bicho geográfico é realizado com remédios antiparasitários, incluindo Ivermectina, Abendazol e Tiabendazol. O consumo do medicamento deve acontecer por até 10 dias, conforme as recomendações do médico. Para amenizar os sintomas, é recomendado usar pomada sobre a região atingida. Lembre-se: jamais fure a lesão.

Aplicar gelo é um ótimo tratamento caseiro para bicho geográfico. A pessoa afetada pela doença deve providenciar alguns cubos e colocá-los sobre a lesão, por aproximadamente 15 minutos. Faça esse procedimento pelo menos duas vezes ao dia.

Dicas para prevenir bicho geográfico

O parasita é encontrado nas fezes dos animais domésticos. (Foto Ilustrativa)

O parasita é encontrado nas fezes dos animais domésticos. (Foto Ilustrativa)

Algumas medidas contribuem com a prevenção de bicho geográfico. Veja:

• Use chinelos ao caminhar pela praia.

• Depois de ficar descalço na areia, lave os pés imediatamente com água doce.

• Na hora de se deitar para tomar sol, cubra o solo com toalha limpa ou canga. É muito importante que o corpo não fique em contato direto com a areia.

• Não caminhe descalço em lugares onde os cães e os gatos fazem suas fezes.

• Não deixe as fezes dos animais se acumularem em casa.

• Dê vermífugo aos animais domésticos, de acordo com a recomendação do veterinário.

É bem simples tratar e prevenir bicho geográfico. Se você suspeita da doença e quer evitar complicações, procure um médico o quanto antes.

 

Top