Tratamentos para hipertensão arterial

A hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta, é uma doença, de múltiplas causas (ou seja, nem sempre é possível determinar o que causou…

A hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta, é uma doença, de múltiplas causas (ou seja, nem sempre é possível determinar o que causou a hipertensão) e é muito mais comum do que podemos imaginar. Ela atinge cerca de 35% da população brasileira acima dos 40 anos. É uma doença silenciosa e não costuma apresentar sintomas. Normalmente as pessoas só descobrem essa doença quando ela já está afetando algum órgão, como o coração, o cérebro, os rins, os vasos ou os olhos. Não existe cura para a hipertensão, mas ela precisa ser controlada para não acabar causando outros problemas de saúde mais graves, como derrames, ataques cardíacos ou falência renal.

Vamos falar aqui sobre alguns dos tratamentos sugeridos para pessoas com hipertensão arterial, mas antes de qualquer coisa é importante deixar claro que cada caso é um caso e você precisa, sempre, consultar um médico. Nunca realize automedicação: pode ser muito prejudicial para a sua saúde!

Uma das formas de tratamento da hipertensão é realizada sem o uso de medicamentos. Esse tratamento tem como objetivo diminuir a pressão arterial reeducando o paciente, para que ele adote hábitos mais saudáveis. O primeiro passo é uma reeducação alimentar, que começa com a redução do sal na alimentação diária. Se o paciente for fumante, deve parar imediatamente. Se consome bebidas alcoólicas, é recomendado que diminua o máximo possível esse consumo. O paciente deve fazer de tudo para se manter no seu peso ideal. Ele deve evitar os alimentos que causam aumento nos índices de triglicerídeos e os que possuem gordura saturada ou são ricos em colesterol. É muito importante também que o paciente possa controlar o estresse e pratique exercícios físicos de três a quatro vezes por semana, pelo menos meia hora. E qualquer medicamento que o paciente deva usar precisa ser aprovado pelo seu médico! Alguns medicamentos que, aparentemente, podem ser consumidos sem maiores preocupações, como anticoncepcionais ou descongestionantes nasais podem aumentar a pressão arterial.

Continuar Lendo  Como Prevenir a Pressão alta

Apenas depois de todas essas medidas e mudanças nos hábitos do paciente é que se deve averiguar a necessidade ou não de um tratamento medicamentoso. Somente em casos de pressão arterial acima de 18/11 ou quando o paciente também tiver diabetes é que o médico pode optar por começar com os remédios imediatamente. O tratamento medicamentoso tem diversas possibilidades e depende do grau de hipertensão de cada paciente. Mais um motivo para evitarmos a todo custo a automedicação! Normalmente essa medicação é via oral, com o menor número de doses diárias possível e nas menores doses possíveis – apenas aumentando a dosagem ou acrescentando outros medicamentos se o médico achar necessário. Muitas vezes será necessário que o paciente faça uso da medicação por toda a vida, então alguns fatores normalmente não considerados pelos médicos passam a ser muito importantes, como o custo desse medicamento. É importante fazer uma pesquisa entre todas as possibilidades para aquele paciente para saber qual medicamento ele poderá adquirir para dar continuidade ao tratamento. E o acompanhamento médico será necessário por toda a vida. Portanto vá ao médico, se não se sentiu confortável, escolha outro médico, mas saiba que é uma escolha séria e que, caso você tenha essa doença, será preciso tomar todos esses cuidados para conseguir ter uma vida normal e saudável, sem medo das complicações possíveis decorrentes da hipertensão.

 

Top