Tratamentos Contra o Ciúme

Ciúmes. Em pouca dosagem pode fazer bem para o relacionamento, quando sem medida, se transforma em um verdadeiro poço de tormento, tristeza e leva…

Ciúmes. Em pouca dosagem pode fazer bem para o relacionamento, quando sem medida, se transforma em um verdadeiro poço de tormento, tristeza e leva ao fim qualquer relação. A ciência já se desdobrou para tentar compreender a motivação do ciúme, quais são os motivos que  levam a pessoa a senti-lo tão intensamente e por que tantas vezes ele faz com que se perca a cabeça a ponto de fazer graves loucuras como tirar a vida de alguém ou até mesmo chegar ao suicídio.

Ciúme

O ciúme é um sentimento silencioso, porém arrebatador. Quando alguém é acometido por ele sofre em silencio, sente raiva, medo, desconfia e cria situações que nem mesmo aconteceram, e mesmo que cada cada um tenha uma forma de reagir quando está com ciúme, é bom estar sempre atento aos sinais, afinal esse sentimento faz muitas pessoas se tornarem irracionais e causam sérios problemas aos envolvidos.  Ao se perceber que a pessoa tem um ciúme exagerado, com sentimento de posse sobre o outro, insegurança quando o parceiro está em atividades que o excluem, é bom ficar atento para evitar problemas mais graves e, também, auxiliar no processo de tratamento do indivíduo.

O ciúme não é um sentimento exclusivo das relações amorosas, ele pode estar presente nas relações de amizade, nas ligações familiares, entre colegas de trabalho, e em todas as situações que envolvem afeto. A pessoa que sente ciúme de pessoas ou coisas pessoas pode ter esse sentimento tão aflorado por situações ocorridas no passado ou na infância, e quando não se da atenção a sintomas, que podem parecer bobos, o ciúme pode ser o estopim para reações exageradas e que  causam verdadeiros estragos.

Ciúme – A ciência explica

A ciência explica o ciúme de forma bem técnica, para o ciúme se tem nome e sintomas bem definidos:  Transtorno de Personalidade Paranoide, a pessoa com esse transtorno sente um ciúme doentio, desconfia do parceiro e cria situações fora da realidade para justificar seu atos, que podem ir desde reclamar por chegar fora do horário combinado, discutir por acreditar que o parceiro olhou de forma interessada para outra pessoa ou, em casos mais graves, chegar a agressão física.

Leia Também:  Livre-se das pontas duplas como Bruna Marquezine

Há quem diga que o ciumento nada mais é que uma pessoa apaixonada, mas fato é que ele se transforma em um terrorista emocional, que tenta culpar o parceiro por seus erros, justificando suas atitudes nesse amor incondicional que diz sentir, isso quando não diz que tudo que fez foi para proteger o ser amado.

Em casos graves o ciumento acha que todos estão contra ele, os amigos que discordam de suas atitude se tornam inimigos tentando acabar com sua felicidade, a família que o alerta sobre a forma como conduz o relacionamento, se transforma no empecilho para seus sonhos. E como se não bastasse tantos sentimentos confusos, o ciumento vive ainda em grande contradição, pois ao mesmo tempo que ama também desconfia, e ao mesmo passo que quer bem, odeia e machuca o parceiro pelo sentimento de medo que sente em perdê-lo.

Os sintomas do ciúme possessivo podem variar, mas no geral são marcados por um controle excessivo de tudo que o outro faz ou pretende fazer, desconfiado o ciumento vive atordoado achando que todos estão em uma constante tentativa de lhe prejudicar e enganar, passar para trás. Aquela risada gostosa que outrora o fez se apaixonar agora pode ser o que lhe desperta o ódio quando outros são responsáveis pelo seu aparecimento, o ciumento possessivo acredita que ele é a única pessoa que tem o direito de despertar a atenção e o afeto do ser amado.

Em relações amorosas o ciumento pode afastar seu parceiro dos amigos e até da família, inconscientemente ou conscientemente, o faz para poder aprisionar ainda mais o parceiro, afinal, sem pessoas que possam acolhe-lo e dar suporte, o ciumento se torna seu único “porto seguro”, que ironicamente, é justamente quem tira toda a segurança do ser amado.

Leia Também:  Cores de cabelo para morenas 2012

 

O tratamento contra o ciúme começa como qualquer outro, a pessoa que sofre e faz sofrer com esse sentimento precisa dar o primeiro passo, aceitar que está doente e precisa de ajuda. O ciúme pode ter sua raiz mais forte em fatores emocionais, por isso é preciso de ajuda psicológica para conseguir lidar com esse sentimento, não há receita mágica nem botão de liga e desliga.

Somente com esta atitude é possível escolher a melhor forma de tratar o ciúme e poder viver em paz com as pessoas que se ama. O ciumento, por considerar o parceiro como culpado de suas atitudes, acaba travando uma guerra dentro do relacionamento, causa situações embaraçosas junto aos amigos e familiares, e pode encenar situações desagradáveis em locais públicos quando a desconfiança fala mais alto. É preciso paciência e perseverança no tratamento para não perder o equilíbrio e voltar as antigas atitudes do passado.

Em alguns casos a pessoa que sofre com ciúme exagerado pode precisar do auxilio de medicamentos para conter reações mais exageradas, evitando também situações mais sérias, quando há a agressão física. Somente um médico poderá passar o tratamento adequado para quem sofre de ciúmes possessivo, por isso, é importante procurar a ajuda de um psicologo ou psiquiatra para encontrar o tratamento mais adequado e poder levar uma vida sentimental tranquila e realmente feliz, com base em confiança e companheirismo

Top