Tratamentos a laser para pele morena e negra

O laser é um tratamento dermatológico que está fazendo muito sucesso. Capaz de eliminar problemas indesejáveis como rugas, flacidez, estrias e depilação. Para as…

Por Editorial MDT em 30/06/2013

O laser é um tratamento dermatológico que está fazendo muito sucesso. Capaz de eliminar problemas indesejáveis como rugas, flacidez, estrias e depilação. Para as mulheres de pele morenas e negras, o procedimento ainda exige alguns cuidados extras. Saiba mais sobre os tratamentos a laser para pele morena e negra.

A presença de melanina pode influenciar no tratamento a laser. (Foto: divulgação)

Tratamento a laser para pele negra

O tratamento a laser para pele negra é mais difícil, pois a luz desse método tem como alvo os pigmentos de melanina, que coloração a pele e ao pelo. Como essas pessoas possuem grandes quantidades dessas substâncias, existe o risco de alta absorção da luz do laser e queimar a pele.

O uso incorreto ou inadequado desse procedimento pode gerar problemas como queimaduras, que podem deixar manchas na pele e até cicatrizes. Por isso, são usados aparelhos específicos para esse tipo de pele, que selecionam comprimentos de onde de luz mais apropriados.

As peles negras já podem contar com tratamentos eficazes e seguros. Nos casos de depilação, existem aparelhos que proporcionam maior penetração da luz, sem que ocorra absorção na superfície da pele, onde está concentrada a melanina. Para tratamentos de flacidez, a cor da pele normalmente não é um problema, já que a ação do laser não acontece na melanina e sim nas camadas mais profundas da derme.

Os tratamentos a laser contra rugas ainda possuem algumas restrições. Os métodos com luz intensa pulsada e lasers ablativos de gás carbônico devem ser evitados.

O ideal é consultar um dermatologista para avaliar o caso. (Foto: divulgação)

Cuidados e contraindicações para o laser

Para realizar um procedimento a laser deve ser evitado o sol antes da aplicação e não se expor aos raios solares por no mínimo 14 dias depois da sessão. Os tratamentos rejuvenescedores para rugas e cicatrizes devem ser evitados.

O laser pode ser usado como método adicional no tratamento do queloide, mas não é a primeira escolha. Antes de realizar qualquer procedimento a laser deve-se fazer preparo prévio com cremes clareadores e durante a aplicação pode ser usadas técnicas de resfriamento da pele para evitar as queimaduras.

A pele morena e negra exigem cuidados especiais nos tratamentos a laser. (Foto: divulgação)

Os riscos dos tratamentos de beleza a laser são maiores em peles morenas e negras, devido as grandes quantidades de melanina presentes. Porém, existem novas técnicas de beleza específicas para esse tipo de pele que podem ser muito eficazes e previnem as consequências como as temidas queimaduras e cicatrizes. O ideal é consultar um dermatologista antes de realizar qualquer procedimento para indicar a técnica mais adequada.

Top