Tratamento para rinite crônica

Muitas pessoas receberam o diagnóstico de rinite crônica ou são portadoras do problema e não se deram conta. Apesar de ser uma doença bastante…

Muitas pessoas receberam o diagnóstico de rinite crônica ou são portadoras do problema e não se deram conta. Apesar de ser uma doença bastante frequente, nem todo mundo conhece a respeito dessa patologia, e ficam perdidos na hora nos momentos de crise, que cursa com sintomas clássicos e fáceis de serem identificados. Esclareça várias dúvidas sobre o assunto e saiba como identificar o problema e qual o tratamento para a rinite alérgica.

Saiba mais sobre o tratamento gratuito para rinite alérgica.

A coriza nasal é um dos sintomas clínicos da rinite alérgica. (Foto: divulgação)

Saiba mais sobre a rinite alérgica

A rinite alérgica é um quadro de inflamação que acomete as mucosas da cavidade nasal. Em geral, ela ocorre devido a uma reação exagerada do sistema imunológico (de defesa) contra diversas substâncias e partículas existentes no ar, denominadas alérgenos. Como alguns exemplos de substâncias capazes de desencadear sintomas de alergia, podemos citar:

  • Pólen;
  • Fumaça;
  • Poeira;
  • Produtos químicos;
  • Perfumes.

Alguns fatores podem colaborar com o desenvolvimento da rinite alérgica

Como foi anteriormente mencionado, a rinite alérgica é uma reação exagerada do sistema de defesa e que afeta, em especial, a cavidade nasal. No entanto, algumas patologias podem favorecer o aparecimento desse problema. Os fatores predisponentes são:

  • Asma;
  • Eczema;
  • Conjuntivite alérgica;
  • Urticária;
  • História familiar de alergias.

    Antes de utilizar qualquer tipo de medicamento, é ideal buscar a orientação de um especialista. (Foto: divulgação)

Manifestações clínicas da rinite alérgica

Os sinais e sintomas da rinite alérgica são fáceis de serem identificados e incluem:

  • Espirros;
  • Coriza nasal;
  • Lacrimejamento dos olhos;
  • Coceira nos olhos;
  • Entupimento nasal.

Principais tratamentos para rinite alérgica

A principal forma de tratamento para a rinite alérgica é a redução da exposição aos alérgenos desencadeadores das crises. Caso o alérgeno seja desconhecido, existem alguns testes de pele que podem identificar o desencadeador do problema. Além disso, podemos citar outras formas de tratamento, sendo elas:

  • Solução salina – lavagem das narinas com soro fisiológico, a qual pode ser realizada várias vezes ao dia. Além disso, a lavagem da mucosa pode ser usada para limpar a cavidade anteriormente à aplicação de outros medicamentos.
  • Descongestionantes nasais – eles causam uma vaconstrição nasal e são muito utilizados para o alívio dos sintomas. No entanto, antes de utilizá-los, é ideal buscara a orientação de um especialista, de modo a evitar futuras consequências.
  • Anti-histamínicos – este é a principal substância que causa os sintomas da rinite alérgica, como os espirros, a coceira e a coriza.
  • Corticoides nasais – estes são os medicamentos mais utilizados no tratamento da rinite alérgica. No entanto, eles devem ser utilizados com precaução, de modo a evitar qualquer consequência. Além disso, é muito importante buscar a orientação de um especialista, antes de iniciar seu uso.

    Os desconjantes nasais auxiliam no combate aos sintomas clínicos da rinite alérgica. (Foto: divulgação)

A rinite alérgica é um processo inflamatório, desencadeado por um quadro exacerbante, do sistema imunológico (de defesa). Essa patologia necessita de um acompanhamento especial, de forma a utilizar medicamentos adequados para o controle das crises de rinite. Assim, é imprescindível que o indivíduo portador do problema, busque a orientação do especialista para realizar o tratamento adequado.

Continuar Lendo  Peças que não podem faltar no guarda-roupa masculino

Saiba mais sobre o tratamento caseiro para rinite alérgica.

Top