Tratamento de câncer de mama sem cair cabelo

O medicamento para o tratamento câncer de mama sem cair cabelo já foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser usado…

Por Andre em 15/11/2014

O medicamento para o tratamento câncer de mama sem cair cabelo já foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser usado no Brasil, oferecendo uma nova alternativa às mulheres que sofrem com a doença.

Tratamento câncer de mama sem cair cabelo (Foto: Divulgação)

Chamado trastuzumabe entansina, o remédio, que também é conhecido como T-DM1, não só evita a queda de cabelo, mas também provoca menos efeitos colaterais do que a quimioterapia tradicional, além de aumentar a sobrevida das pacientes.

Tudo isso graças ao seu mecanismo de ação, já que o T-DM1 atua diretamente no tumor responsável por causar o câncer de mama, sem afetar todas as células do corpo, como fazem os demais tratamentos convencionais, contribuindo ainda para a redução da ocorrência de vômitos, diarreia e enjoos.

Medicamento para câncer de mama pode aumentar a fertilidade

Sintomas do câncer de mama e prevenções

Tratamento câncer de mama sem cair cabelo

O novo remédio para tratar câncer de mama também ajuda na redução dos efeitos colaterais, além de evitar a queda de cabelo (Foto: Divulgação)

O remédio para câncer de mama que evita queda de cabelo é indicado para tratar um tipo de câncer de mama mais avançado, chamado de HER2 positivo, responsável por cerca de 20% dos casos diagnosticados da doença, mas já há estudos apontando que, em um futuro próximo, ele também possa ser usado em outros tipos de câncer.

O trastuzumabe entansina possui um quimioterápico bastante potente, que não pode ser aplicado sozinho no organismo devido à sua toxicidade. Para contornar o problema, ele vem acompanhado de um anticorpo, que conduz o remédio até o interior da célula do tumor e o libera lá dentro.

Por causa desse mecanismo de ação, o medicamento também passou a ser conhecido como cavalo de troia, lembrando a ação de vírus e programas maliciosos no computador, que chegam à máquina disfarçados e, então, começam a agir.

Uso por tempo indeterminado

Ele é usado nos casos de câncer de mama mais avançado (Foto: Divulgação)

Ao contrário dos tratamentos para câncer de mama convencionais, nos quais os medicamentos podem ser aplicados por, no máximo, oito sessões, devido à toxicidade, o T-DM1 pode ser usado por tempo indeterminado. É que o novo remédio para câncer de mama é menos agressivo ao organismo, podendo ser uma alternativa mesmo para os casos de cânceres incuráveis, já que mantém a doença sob controle.

Segundo pesquisadores que participaram dos estudos para aprovar o remédio no Brasil, várias pacientes que utilizam o T-DM1 desde 2011 seguem vivas (sem a droga, a expectativa é de que elas sobrevivessem por cerca de seis meses, devido à falta de alternativas).

O remédio T-DM1 já foi aprovado pela Anvisa para ser usado no Brasil (Foto: Divulgação)

Vale lembrar que ele é utilizado somente quando a quimioterapia tradicional não apresenta mais resultados.

Top