Transferência no trabalho: o que fazer, como se adaptar

A transferência no trabalho pode acontecer de diversos modos: pela vontade do trabalhador, pela necessidade do empregador, para a mesma cidade, para uma cidade…

Por Editorial MDT em 13/02/2012

É comum se sentir perdido nos primeiros dias da transferência no emprego (Foto: Divulgação)

A transferência no trabalho pode acontecer de diversos modos: pela vontade do trabalhador, pela necessidade do empregador, para a mesma cidade, para uma cidade distante ou mesmo dentro da própria empresa. Portanto, se você se encaixa em uma dessas opções, saiba o que fazer e como se adaptar a essas situações.

O ser humano tem uma alta capacidade de adaptação. Por isso, mesmo que você se sinta um pouco perdido nos primeiros dias de trabalho na nova função ou em outra empresa, não tenha medo. Com o tempo, você conhecerá os seus novos colegas de serviço e o seu trabalho e se acostumará a eles. Assim, novas amizades e desafios surgirão, o que deixará o seu currículo cada vez mais rico.

Se você foi transferido para outra cidade, a dificuldade poderá ser maior, principalmente se você nunca saiu da sua cidade natal. No entanto, saiba que isso pode ser uma boa oportunidade para descobrir novos modos de vida e pessoas diferentes. Além do mais, a empresa deverá se responsabilizar por todos os seus gastos na nova cidade. Então, aproveite para viver momentos inesquecíveis e não seja tímido para conhecer novas pessoas. Certamente, os seus colegas de serviço se sensibilizarão com a sua condição e te chamarão para conhecer a cidade.

Os seus novos colegas de trabalho poderá se tornar grandes amigos (Foto: Divulgação)

Entretanto, se você é casado e tem filhos, a situação ficará mais complicada, pois você terá que arcar com a responsabilidade de visitar a sua família sempre que puder e não poderá ter gastos extras. E para completar, não é sempre possível fazer com que o outro cônjuge se mude também por causa de compromissos profissionais. Se você está nesse caso, seja bastante paciente a fim de esperar pelo seu retorno à empresa anterior ou para que o a sua esposa e filhos possam se mudar para onde você está.

Se você tiver esposa e filhos, terá que viajar constantemente por causa da transferência (Foto: Divulgação)

As transferências no trabalho podem ter as suas vantagens e as suas desvantagens. Por isso, é preciso estar sempre aberto a novos desafios. No começo, pode ser complicado passar por uma transferência, mas se você souber aproveitar esse momento para crescer e aprender, certamente se tornará um profissional melhor.

Top