Trabalhar na Onu Brasil

Todos os dias são publicadas vagas na internet as vagas que estão abertas para trabalhar na ONU, no Brasil. Profissionais de vários setores podem…

Por Redacao em 28/04/2011

Todos os dias são publicadas vagas na internet as vagas que estão abertas para trabalhar na ONU, no Brasil. Profissionais de vários setores podem se candidatar, tais como das áreas de comunicação, relações internacionais, jornalismo, direito e até medicina. Mas, para qualquer cargo é imprescindível o domínio de alguns dos idiomas oficiais da ONU como russo, árabe, chinês, espanhol, francês e inglês e ter um diploma de ensino superior, na maioria dos casos.

Para se candidatar basta entrar na página da Divisão de Recursos Humanos da ONU http://jobs.un.org e ver quais cargos estão disponíveis. Eles sempre ficam organizados pelas áreas. Lá você também encontrará mais detalhes sobre a vaga, qual é o local de trabalho, salários, benefícios e as exigências para cada posto. Preenchendo o formulário online e seguindo os passos do site, as informações do profissional irão direto para o recrutamento da organização. Na mesma página você também poderá acessar a todos os cargos disponíveis nas Forças de Paz, das Nações Unidas.

Deve ficar claro que não é solicitado qualquer tipo de pagamento, em nenhum momento do processo seletivo.

Quem pode trabalhar nas Nações Unidas?

Há uma grande variedade de funções, com diferentes especialidades, dentre eles: carpinteiros, médicos, peritos em computadores, produtores de TV, secretários, estatísticos, jornalistas, tradutores e economistas. Mundialmente a ONU conta com aproximadamente 16 mil colaboradores no Secretariado e 65 mil em todo o sistema. São profissionais de 175 países, que administram os programas da Organização e as suas políticas. Deste números, em média 560 são brasileiros.

Como é realizada a seleção?

As Nações Unidas contratam profissionais qualificados dos mais diversos paises, para assegurar a diversidade. Também são realizados concursos para realizar a contratação de quem ainda está no início de carreira.

Os salários são diferentes, por conta das funções, mas há um plano de carreira dentro da ONU. Os contratos de trabalho não são pela CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Veja algumas diferenças quando o profissional é contratado pela CLT e quando pela ONU:

CLT ONU
13º Salário Direito do empregado Não há
FGTS Descontado direto no contracheque Não há
IR De acordo com a tabela de renda Não é descontado
Férias 30 dias corridos 30 dias úteis

Mas, há explicações para estas diferenças. Para os funcionários da ONU, o 13º salário é diluindo dentro do salário anual, bem como o FGTS. Em nenhum é descontado o IR, pela convenção, mas existe outro desconto que volta para a instituição. Os funcionários ainda têm como benefício plano de aposentadoria e convênio médico. Outra desvantagem é quem nem todos os feriados nacionais são “respeitados”, mas os com aval da ONU, os internacionais, sempre são, como por exemplo, o 1º de janeiro. Normalmente a carga horária é de 39 horas por semana, mas para os cargos maiores o horário não é restrito.

Mas é preciso ter alguns cuidados, pois entrando na ONU você se torna um representante das Nações Unidas. Lá o colaborador tem uma produção de iniciativa privada, mas demanda de uma pública. Mostrar resultados e fazer prestação de contas são outros dois itens que devem ser respeitados também.

Saiba mais:

Site Official da ONU

www.un.org

Site da ONU no Brasil

www.onu-brasil.org.br


Top