Tosse persistente: o que fazer

A tosse persistente pode ser provocada por uma série de doenças, sendo que algumas podem ser graves. Esse problema gera muitos incômodos e desconforto para os indivíduos acometidos. Saiba mais sobre o assunto e veja o que fazer com a tosse persistente.

A tosse persistente dura mais do que três semanas. (Foto: divulgação)

O que é tosse

A tosse é uma das principais causas de procura pelo médico. Tossir é um mecanismo de defesa do corpo quando encontra algo errado no aparelho respiratório. Como reflexo, o organismo tenta expulsar os elementos que estão causando inflamação ou irritação com a função de proteger o pulmão.

A tosse pode ser classificada de acordo com o tempo de duração, característica, qualidade e frequência. A duração pode ser aguda se estiver presente em menos de 3 semanas, subaguda de 3 a 8 semanas, ou crônica se durar mais de 8 semanas.

Além disso, ela pode ser classificada como seca ou produtiva, dependendo se o material como catarro é expelido ou não. Pode ainda ser do tipo noturna, diurna ou ocorrer tanto durante o dia quanto a noite.

É preciso consultar o médico para avaliar as causas da tosse persistente. (Foto: divulgação)

Veja também remédios caseiros para tosse seca 

Outros sintomas

A tosse persistente pode ocorrer juntamente com outros sintomas, que podem variar de acordo com a doença ou distúrbio que provoca o problema. Outros sintomas como febre, dificuldade respiratória e dor torácica podem estar associados.

Podem ocorrer também alterações no som do pulmão durante a respiração (roncos, chiados e outros), alterações na pressão pulmonar e nos níveis de oxigênio no sangue. Esses parâmetros só podem ser avaliados através de exames laboratoriais e análise físico clínica de um médico.

Tratamento da tosse persistente

É necessário entender que a tosse é um mecanismo de defesa das vias aéreas. Ela é um sintoma e não uma doença. Tomar remédios sem orientação médica pode trazer muitos danos para a saúde e dificultar no diagnóstico do problema. A maior parte dos casos a tosse é provocada por viroses respiratórias que são curadas de forma espontânea. Porém, existem doenças graves que causam tosse por um período prolongado. Conheça algumas das causas de tosse:

  • Gripe;
  • Tuberculose;
  • Pneumonias;
  • Asma;
  • DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica);
  • Bronqueolite;
  • Alergias;
  • Câncer de pulmão;
  • Sinusite;
  • Insuficiência Cardíaca;
  • Edema pulmonar;
  • Embolia pulmonar;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Medicamentos.

É importante fazer o diagnóstico correto para a tosse, pois cada causa é tratada de uma forma diferente. As tosses alérgicas são curadas com antialérgicos em xaropes ou comprimidos; as pneumonias necessitam de antibióticos e outros problemas, como a tuberculose, precisam de um tratamento que dura no mínimo 6 meses. Quando não tratada de forma correta, a doença pode passar de pessoa a pessoa, acometendo toda  família.

 

Jamais tome medicamentos para a tosse sem consultar o médico. (Foto: divulgação)

Veja também a diferença entre gripe e resfriado 

A tosse persistente gera muito desconforto para o individuo acometido. A melhor forma de tratar o problema é procurando um médico para realizar o diagnóstico correto. Porém, tomar bastante água pode ajudar a diminuir os sintomas, pois ela ajuda a manter as vias aéreas hidratas, diminui a irritação dos tecidos e torna o muco mais líquido, facilitando a expectoração. Evitar o uso de cigarro também é essencial para combater a tosse persistente.

Reply