Tire todas as suas dúvidas sobre a cirurgia íntima

São diversos os tipos de cirurgias realizadas com o intuito de melhorar a aparência genital; todas visam o aumento da autoestima feminina. Quando a…

Por Editorial MDT em 28/11/2011

São diversos os tipos de cirurgias realizadas com o intuito de melhorar a aparência genital; todas visam o aumento da autoestima feminina.

Quando a mulher sente-se incomodada com sua aparência genital, nada faz com que ela sinta-se bem na hora da intimidade, com seu parceiro. É por esse motivo que muitas mulheres estão procurando a realização da cirurgia íntima.

O que é cirurgia íntima?

Cirurgia íntima feminina é realizada para modificar as possíveis alterações existentes na genitália feminina. Algumas mulheres que as possuem, sentem-se com a auto-estima alterada, devido a essa aparência diferente.

Quais são os tipos de cirurgia íntima?

  • Cirurgia para diminuição dos grandes lábios;
  • Cirurgia para diminuição dos pequenos lábios;
  • Cirurgia para diminuição do monte pubiano.

Além disso, há outro tipo de cirurgia,que é mais voltado para a modificação da genitália devido a idade ou após passar por partos vaginais espontâneos, por exemplo:

  • Murchamento vaginal;
  • Diminuição do óstio vaginal;
  • Clareamento da mucosa vaginal.

É importante saber que para cada tipo de alteração, será realizada uma cirurgia específica.

Quais os tipos de cirurgias?

  1. Labioplastia – cirurgia dos grandes lábios ou dos pequenos lábios.

Como foi dito anteriormente, essa cirurgia é realizada para diminuir os grandes ou os pequenos lábios. A principal causa de aumento de lábios vaginais é a genética, porém não podemos descartar as outras causas, como: uso de anabolizantes, hormônio masculino (testosterona) que colabora com a hipertrofia dos lábios vaginais. A cirurgia é relativamente simples. Faz-se a retirada do tecido em excesso, em seguidas fecha-se o corte, através de suturas, utilizando linhas específicas para pontos. Estes, irão cair sozinhos após 20 dias de cirurgia. Depois da realização da cirurgia é indicada abstinência sexual durante a recuperação.

  1. Murchamento vaginal.

A correção, nesse caso, é feito através do preenchimento; para isso, utiliza-se a gordura da própria paciente. A gordura utilizada é a que se localiza acima do púbis. Para a realização dessa cirurgia utiliza-se anestesia local, por isso a paciente recebe alta após o procedimento, sem necessidade de internação hospitalar.

  1. Monte de Vênus volumoso.

O incômodo para as pacientes que possuem esse tipo de queixa, seria o volume que surge ao utilizar calças mais apertadas, especialmente as do tipo jeans. Nesse caso, é realizado uma lipoaspiração na região pubiana; para a sua realização, a mulher é submetida a uma cirurgia local, recebendo alta após o procedimento. Como o procedimento anterior, também não é necessário internação hospitalar, sendo que a paciente pode retornar às atividades após 48 horas da realização do procedimento.

  1. Escurecimento da mucosa vaginal.

Nesse tipo de procedimento e retirado uma parte da mucosa vaginal que encontra-se escurecida; é realizado com anestesia local, podendo a paciente ir para casa logo após a sua realização.

Sempre antes de tomar qualquer atitude, procure um médico especialista de confiança e questione-o quanto a sua vontade em realizar alguns dos procedimentos descritos anteriormente. Não se esqueça de avaliar o resultado das outras cirurgias realizadas por ele, com certeza isso a ajudará a escolher melhor.

 

Top