Tipos de pão e seus benefícios

Para a maioria dos brasileiros, parece impossível pensar no café da manhã, sem o tradicional pãozinho com manteiga ou requeijão. É hábito comer pão,…

Para a maioria dos brasileiros, parece impossível pensar no café da manhã, sem o tradicional pãozinho com manteiga ou requeijão. É hábito comer pão, desde a antiguidade. Mas não é somente nesta refeição do dia, em que eles são consumidos. Os pães são excelentes opções para um lanchinho rápido, driblando a fome em qualquer horário do dia. Mas, hoje, as opções em pães, nas prateleiras, são muitas e cada uma oferece suas vantagens. Saiba quais são os principais tipos de pães e seus benefícios.

Opções são muitas e cada uma tem suas vantagens (Foto: Divulgação)

☰ CONTEÚDO

Pão branco comum

É o tradicionalíssimo pãozinho francês, que pode ser encontrado em qualquer lugar e está entre os mais consumidos, no Brasil. Também chamado de pão de sal, o pão branco comum é rico em carboidratos e proteínas. É feito com farinha de trigo refinada e tem alto índice glicêmico. É ideal para ser consumido após longas horas em jejum ou após a prática de exercícios, pois é uma excelente fonte de energia. Portanto, consumi-lo no café da manhã é uma ótima opção.

Pão de linhaça

A vantagem em consumir o pão de linhaça está, justamente, neste seu ingrediente principal. Os benefícios da linhaça para o nosso organismo são inúmeros. Ela é rica em ômegas 3 e 6, é antioxidante, renovadora das células, é rica em fibras e gorduras boas, além de aumentar a energia e acelerar o metabolismo. O pão de linhaça tem, portanto, alto valor nutricional e energético. Por isso, é ótimo para ser consumido antes e depois de atividades que demandam energia.

É importante saber um pouco sobre os pães, para que a dieta seja melhor direcionada (Foto: Divulgação)

Pão integral

O pão integral não é feito com a farinha comum, refinada. Isso faz com que os minerais, fibras e vitaminas do pão sejam mantidos, tornando-o uma excelente opção nutritiva. Grande parte da massa do pão integral é feita com farinha integral. Isso representa uma grande quantidade de fibras no pão, desacelerando a absorção de insulina, pelo corpo. Por isso, este pão é ótimo para ser consumido antes de atividades físicas, pois mantém a energia do corpo, por mais tempo.

Continuar Lendo  Crepe doce: receita, como fazer

Pão de milho

Não contém glúten e, durante o processo de preparação, não perde a casca. O pão de milho é rico em vitaminas do complexo B, proteínas, fibras, fósforo, zinco, ferro e potássio. Pode ser consumido no café da manhã ou em outros lanches e é uma ótima opção para quem sofre com doença celíaca.

Pão de aveia

O pão de aveia é ótimo para quem necessita controlar a glicemia e o colesterol. Ele é rico em magnésio, ferro, cobre, zinco e fibras solúveis, contidas na aveia. Estas fibras ajudam a baixar a glicemia e são boas para quem vai gastar energia, durante um tempo mais prolongado.

Vale a pena observar a embalagem de cada tipo de pão (Foto: Divulgação)

Pão de centeio

É o tipo de pão que menos possui gorduras. A sua quantidade de proteínas também é menor; por outro lado, ele conte mais carboidratos do que todos os outros tipos de pão.

O pão de centeio também possui a mesma quantidade de fibras do pão integral. Ele é uma boa opção para aqueles que desejam abandonar o consumo do pão francês, mas não querem consumir gordura.

Top