Tipos de celulite: quais são

Seja em maiores ou menores graus, a celulite faz parte do corpo de quase todas as mulheres. Elas são resultado de um processo inflamatório…

Seja em maiores ou menores graus, a celulite faz parte do corpo de quase todas as mulheres. Elas são resultado de um processo inflamatório de gordura localizada, sendo muito difícil de serem eliminadas. Podem ser causadas por vários fatores e incomodam muito. Saiba mais sobre o assunto e veja quais são os tipos de celulite.

Existem vários tipos de celulites. (Foto: divulgação)

O que é celulite

A celulite é conhecida por vários nomes, todos científicos como lipoesclerose, distrofia celular e muitos outros. Trata-se de uma alteração histológica que acontece no tecido subcutâneo, podendo afetar homens e mulheres, sendo que o sexo feminino é o mais acometido. A partir da adolescência ela se torna mais visível, porém, até as crianças são vítimas desse problema. Muitos mitos e verdades sobre a celulite são criados, deixando as mulheres ainda mais preocupadas.

É importante deixar claro que a celulite é uma doença, podendo chegar no estágio de fibrose, tornando-se irreversível. Nove em cada dez mulheres possuem essa doença, seja na forma mais branda ou no estágio avançado, nas quais as depressões e saliências são bem acentuadas. Ela pode surgir na puberdade em pessoas magras, gordas, altas e baixas.

Tipos de celulite

  • Grau I (leve): quando não ocorrem alterações visíveis na pele, somente quando submetida a pressão;
  • Grau II (visível): as células de gordura são sempre mais dilatadas, as alterações na pele são visíveis e palpáveis;
  • Grau III (intensa): quando surge o famoso efeito de casca de laranja. Nesse grau, ela pode vir acompanhada de dor à palpação, além de peso e cansaço nas pernas;
  • Grau IV (grave): a pele apresenta depressões e as pernas ficam pesadas, inchadas e doloridas. A sensação de cansaço é mais frequente, mesmo sem esforços.

    As celulites causam grande desconforto estético. (Foto: divulgação)

Causas da celulite

1. Genética: observe se na sua família existem casos da doença. Se sua mãe ou sua avó possuem celulite, suas chances são ainda maiores de desenvolver o mesmo problema.

Continuar Lendo  Celulite: como combater, receitas caseiras

2. Má circulação: o sangue deixa as toxinas e gorduras do corpo presas às células. Evite ficar durante muito tempo na mesma posição.

3. Hormonais: o uso de anticoncepcionais ou reposição hormonal com progesterona e estrogênio piora a retenção de líquidos, provocando inchaço.

4. Má alimentação e falta de exercícios: o sedentarismo faz com a gordura localizada se acumule e a celulite inicie.

Como tratar a celulite

O primeiro passo é descobrir o motivo pelo qual você tem celulite. Se for um fator genético, não tem jeito. Porém, se você controlar a alimentação, usar cremes anticelulite e fizer exames físicos regulares, pode diminuir de forma eficaz o aparecimento do problema. Ao seguir as recomendações é possível minimizar a celulite em alguns meses.

Existem alguns cremes que ajudam a reduzir a celulite. (Foto: divulgação)

A celulite é um problema que acomete mulheres de todas as idades. Ela pode ser amenizada com alguns cuidados básicos. Para acabar com a celulite é preciso apostar em uma boa alimentação, praticar exercícios físicos e massagens.

Top