Taxa de juros para financiamentos de imóveis cai nesta sexta-feira

A partir desta sexta-feira (4), a Caixa Econômica Federal, maior entidade financeira no setor de habitação, reduz os juros de financiamentos imobiliários. Hoje também…

Na linha que emprega os subsídios do FGTS, o percentual mínimo foi reduzido de 8,4% para 7,9%.

A partir desta sexta-feira (4), a Caixa Econômica Federal, maior entidade financeira no setor de habitação, reduz os juros de financiamentos imobiliários. Hoje também começa, a nova temporada de feirões da casa própria.

Leia mais: Feirão 2012 da Casa Própria acontecerá em 5 capitais

São mais de 400 mil imóveis novos, usados e na planta, os quais serão comerciados em 13 municípios até 10 de junho. As primeiras cidades a apresentar o evento neste fim de semana são, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Brasília e Recife. Na capital paulista, o feirão ocorre entre 18 a 20 deste mês.

O evento agrupa em um único ponto diversas construtoras, corretoras, cartórios e técnicos do banco responsáveis por autorizar os financiamentos, já que, existe a possibilidade de fechar o negócio na hora.

Segundo profissionais, é necessário analisar com calma, já que, o financiamento comprometerá a renda do mutuário por até 30 anos. “É preciso fazer as contas antes, saber o quanto do orçamento há disponível para fazer o financiamento sem se endividar”, diz o professor do Insper Ricardo Almeida.

Em São Paulo o feirão ocorre entre 18 a 20 deste mês.

As taxas da Caixa partem de 4,5% e vão até 10% ao ano mais Taxa Referencial, de acordo com o valor do imóvel e a renda. Anteriormente, a taxa chegava a 11%.

No caso dos mutuários que contraem um imóvel estimado em até R$ 500 mil, o percentual é reduzido de 10% para no mínimo 9% ao ano. Para quem possui conta-corrente, cheque especial e cartão de crédito da agência bancária, os juros mínimo é reduzido para 8,4%. Já os clientes que escolherem transferir o pagamento na Caixa, podem ter até 7,9%.

Os imóveis com valores superiores a R$ 500 mil terão taxas de financiamento reduzidas de 11% para 10% ao ano, podendo alcançar 9% dependendo do serviço da Caixa que utilizarem.

Na linha que emprega os subsídios do FGTS, o percentual mínimo foi reduzido de 8,4% para 7,9%. Se o cliente possuir conta no fundo de garantia, cai para 7,4%. O modelo é válido para compra de imóveis de no máximo R$ 170 mil e famílias com renda de até R$ 5.400.

Top