Supermercados voltam a distribuir sacolas plásticas nesta quinta-feira

As embalagens plásticas retornaram nesta quinta-feira aos caixas dos supermercados. Cumprindo determinação da Justiça de São Paulo, o Grupo Pão de Açúcar e o…

Por Editorial MDT em 28/06/2012

A Apas divulgou que exerceria a determinação judicial mas entraria com recurso.

As embalagens plásticas retornaram nesta quinta-feira aos caixas dos supermercados. Cumprindo determinação da Justiça de São Paulo, o Grupo Pão de Açúcar e o Carrefour divulgaram que retornarão a distribuir as sacolas aos consumidores, no máximo, até a tarde.

O Walmart, com sede em Barueri, divulgou que até ontem não havia sido informado oficialmente, mas que voltará a oferecer as embalagens até o final do dia. O Grupo Sonda garantiu que as embalagens estavam disponíveis aos consumidores logo pela manhã.

Confira: Fim de sacolas plásticas impulsiona ‘aluguel’ de retornáveis

Nesta terça-feira, a Apas (Associação Paulista de Supermercados) divulgou que exerceria a determinação judicial – que obriga o retorno das embalagens – mas entraria com recurso. “(A Apas) continua pela via jurídica a sua campanha para a substituição das sacolas, com o objetivo de contribuir para a conscientização dos consumidores”, diz nota oficial.

Para a juíza Cynthia Torres Cristófaro, da 1.ª Vara Central de São Paulo, a saída apresentada pelos supermercados para resolver o problema das embalagens foi “simplista e “onera desproporcionalmente” o consumidor. “O que lhes cabe fazer é substituir as embalagens poluentes que introduziram”, diz. “Antes das sacolas de plástico eram usados sacos de papel para a mesma finalidade.”

Supermercados

A deliberação judicial adverte que os supermercados não se preocuparam com a preservação do meio ambiente.

O Grupo Pão de Açúcar divulgou que cumprirá a deliberação judicial de forma “adequada e racional”. De acordo com a empresa, as embalagens voltarão a ser distribuídas e competirá ao empacotador ou ao caixa a função de avaliar quantas sacolas serão necessárias para o cliente conduzir todos os seus produtos.

Veja também: Tire suas dúvidas sobre o acordo das sacolas plásticas

O Carrefour declarou que permanecerá  “alinhado ao seu compromisso com o desenvolvimento sustentável” e que vai trabalhar para “promover o consumo consciente e reduzir o impacto ambiental de suas operações“.

A deliberação judicial adverte que os supermercados não se preocuparam com a preservação do meio ambiente, já que não adotaram “qualquer providência para substituir as várias embalagens de plástico que internamente utilizam”.

Segundo a decisão, todos os estabelecimentos do Estado serão obrigados a fornecer embalagens plásticas biodegradáveis a seus compradores até o dia 25 de julho.

Top