Sugestões de viagens para vales e montanhas

Nada melhor do que viajar para locais exóticos, com diversidade culinária e culturas diferentes. Mas, bom mesmo é  conhecer um pouco mais o que…

Nada melhor do que viajar para locais exóticos, com diversidade culinária e culturas diferentes. Mas, bom mesmo é  conhecer um pouco mais o que nossa natureza pode apresentar, se aventurando por vales, montanhas e serras, tendo a possibilidade de praticar esportes radicais, além das caminhadas.

Para começar a conhecer alguns vales e montanhas que tal ir para o Vale do Paraíba, em São Paulo? Ou para Serra da Mantiqueira?

Estâncias Climáticas da Serra da Mantiqueira apresentam cenários de montanhas, vales e rios, envolvendo cidades com características européias. Com montanhas, vegetação exuberante e um dos melhores climas do mundo, a cidade tem dias lindos e noites badaladas.

Campos do Jordão, a cidade mais alta do Brasil, a cerca de 1.700m de altitude, encanta quem passa por lá e domina a paisagem dos vales ao seu redor, possuindo florestas, morros, cachoeiras, rios e campos de grande beleza.

Todos aqueles que amam a natureza e a tranquilidade do interior encontram na região vegetação abundante propícia aos esportes de aventura, turismo ecológico e turismo rural. Essas são algumas das características dessas cidades da Serra da Mantiqueira e do Vale do Paraíba. Mas para quem conhece os vales e montanhas do nosso querido país, há outros países da América Latina, como a Argentina.

Outra opção, muito interessante,  são os Vales de ERKS e Ongamira que fica na região do Monte de Uritorco, em Córdoba na Argetina. O trevo de Capilla Del Monte, primeira parada turística que se estende a ladeira do Monte Uritorco,  é considerada uma das regiões mais místicas da América do Sul. Com certeza é destino fixo para mochileiros, bicho grilo e turismo alternativo.

Ao pegar uma trilha que vai até a base do Uritorco, você conseguirá chegar até um templo Zen, onde alguns monges poderão apresentar o maior tesouro escondido da mata: um belíssimo manancial de águas cristalinas que abastecem o templo.

Melhor mesmo é conhecer de perto essas belezas naturais, onde homem algum teria coragem de transformar em concreto. É algo mágico, pode-se dizer até, abençoado!

Top