Sonda Phobos-Grunt já é considerada perdida, diz agência espacial russa

A estação interplanetária Phobos-Grunt não apresenta sinais de estar em operação, sendo avaliada absolutamente perdida, publicou, no último sabado (12), uma fonte da agência…

(Imagem: Foto divulgação)

A estação interplanetária Phobos-Grunt não apresenta sinais de estar em operação, sendo avaliada absolutamente perdida, publicou, no último sabado (12), uma fonte da agência russa Roscosmos. “Todas as tentativas de receber a informação e iniciar o sistema de controle de bordo fracassaram. A estação pode ser considerada perdida”, disse a fonte à agência “Interfax”.

Uma falha impediu que a sonda seguisse em direção a Marte. Ela ficou presa em órbita, depois de falhas no aparelhamento e origina preocupação, já que pode cair e liberar toneladas de combustível tóxico na Terra.

Segundo estudiosos, o equipamento pode incidir sobre a Terra no início de dezembro, data do final da operação de salvamento da Phobos-Grunt. Segundo analistas, a sonda poderia cair sobre as regiões dos Estados Unidos, Austrália, Africa ou Japão.

A missão demoraria cerca de 34 meses. No final, a sonda voltaria à Terra com uma amostra de 200 gramas do solo de Marte. Com um custo de US$ 170 milhões, o projeto tinha o escopo estudar a matéria inicial do sitema solar e ajudar a explicar a origem do Fobos e Deimos, as luas de marte, assim como os demais satélites do sistema solar.

Top