Site da entidade Mães da Sé

Entidade Mãe da Sé vem fazendo sua parte com o amor de mães(Foto:Divulgação)

A Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), mais conhecida como Entidades Mães da Sé, agora possui um site que traz informações sobre a associação, seus objetivos, casos e informações gerais com números, pesquisas feitas e as dificuldades de uma pessoa desaparecida ser descoberta.

Nele podem ser vistas histórias de pessoas que sofrem com a perda de um familiar, sem ao menos saber onde este se encontra, em que estado físico e mental está ou os sofrimentos e as violências que pode ser sofrido. Enfim, são muitas as situações as quais o desaparecido pode ser encontrado.

Dentre cinco mil casos registrados, em apenas sete anos na Entidade Mães da Sé, apenas 762 conseguiram ser solucionados. Por isso o site torna-se uma grande ferramenta para resolver questões e, assim, encontrar mais pessoas. O objetivo não é somente apresentar histórias tristes de famílias brasileiras que sofrem com o desaparecimento de seus parentes, mas para pedir ajuda e trazer a atenção do leitor sobre as faltas que o Brasil ainda sofre em relação a determinados problemas.

Em média, a cada ano que se passa 204 mil pessoas desaparecem pelo Brasil (Foto:Divulgação)

A entidade iniciou-se a partir de um desejo de duas mães – que sofreram com o desaparecimento de seus filhos – de ajudar outras famílias que também sofrem pelo mesmo mal, da mesma dor. Esse fato começou a partir de 31 de março de 1996 e até o atual momento continua ajudando pessoas a se encontrarem após um momento de dor e angústia.

Sabe-se que todos os segundos domingos de cada mês um grupo de pessoas se reúne na Praça da Sé com cartazes e fotos de seus familiares desaparecidos com a esperança de que um cidadão passe no local e saiba o paradeiro de alguém, podendo ajudar com alguma informação.

Os relatos mais comuns registrados pela associação são de crianças e adolescentes que fugiram, ou se perderam enquanto andavam pelas ruas das grandes cidades ou fugas de pessoas que apresentam alguma deficiência mental.

Com um fio de esperança familiares se reúnem na Praça da Sé (Foto:Divulgação)

A ABCD também aceita pessoas que queiram fazer um trabalho voluntário para ajudar de qualquer maneira, basta entrar em contanto com o número (11) 3337-3331. Para maiores informações sobre a Entidade Mães da Sé entre no site  e conheça o belíssimo trabalho que é feito, mas que ainda precisa de muita ajuda.

É preciso ter muito cuidado, pois ninguém está livre de um acontecimento como esse. Assim faz-se necessário a  todos, tanto a população quanto as empresas e órgãos públicos que discutam sobre este assunto que a cada dia vem deixando mais famílias incompletas.

Reply