Sisu: MEC abre hoje consulta para 108 mil vagas do programa

 O MEC (Ministério da Educação) deve autorizar hoje a consulta de cursos e vagas disponíveis no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para os estudantes…

Por Editorial MDT em 26/12/2011

Imagem: (Foto Divulgação)

 O MEC (Ministério da Educação) deve autorizar hoje a consulta de cursos e vagas disponíveis no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para os estudantes que desejam ingressar no ensino superior no ano que vem. A consulta poderá ser realizada via internet no seguinte endereço: http://sisu.mec.gov.br. Os cadastros para o processo poderão ser feitos entre 7 e 12 de janeiro e os candidatos serão selecionados segundo a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011.

Para o primeiro semestre, serão proporcionadas 108.552 vagas, em 3.327 cursos, de 95 instituições, em todo o Brasil. De acordo com o MEC, houve um acréscimo de 30% na oferta de vagas em relação ao mesmo período da seleção de 2010. O estudante poderá eleger dois cursos e as escolhas podem ser alteradas ao longo das inscrições, com base na nota mínima do Enem. Cada alteração anulará a opção anterior.

O candidato consagrado na primeira opção de curso será automaticamente privado do sistema e, se não realizar a matrícula na instituição para a  qual foi elegido, perderá a vaga. Aquele que for elegido para a segunda opção ou não alcançar a nota de corte em nenhum dos dois cursos selecionados, poderá continuar no sistema e ser chamado nas chamadas posteriores.

O resultado da primeira chamada será publicado dia 15 de janeiro, e os elegidos terão entre 19 e 20 de janeiro para realizar a matricula. A segunda chamada será divulgada em 26 de janeiro, com matriculas no dias 30 e 31.

Os candidatos que não conseguirem vaga em nenhuma das duas chamadas poderão solicitar inserção na lista de espero entre 26 de janeiro e 1º de fevereiro. A lista será publicada dia 4 de fevereiro e as vagas que se tornarem disponíveis para a lista de espera serão publicadas pouco a pouco pelas universidades até 2 de março.

Top