Sintomas de gordura no fígado

O acúmulo de gordura no fígado também é conhecido como esteatose hepática e tem como causa principal, o acumulo excessivo de gordura nesse órgão, podendo levar à falência hepática. Conheça os sintomas de gordura no fígado.

A dor abdominal é um dos sintomas de gordura no fígado. (Foto: divulgação)

Aprenda mais sobre a gordura no fígado

A gordura no fígado ou esteatose hepática consiste na acumulação de grandes vacúolos de gorduras nas células desse órgão. Em geral, a principal causa do problema, está relacionada com uma alimentação desequilibrada e rica em gordura, podendo ter relação direta com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou mesmo, doenças metabólicas.

Conheça mais sobre o fígado

O fígado é um órgão muito importante, sendo um regulador da atividade fisiológica humana. Além de ter uma função endócrina, através da produção e da liberação de substâncias para o sangue, tem uma função exócrina que produz e libera substâncias para o próprio órgão. O fígado também é responsável pela metabolização das proteínas, dos açúcares e das gorduras. Além disso, colabora na transformação de outras substâncias tóxicas, como o álcool e ajudando na liberação de suas excretas.

A alimentação inteerfere de forma direta no desenvolvimento da gordura no fígado. (Foto: divulgação)

 

Causas da gordura no fígado

Como já foi anteriormente mencionado, as causas da esteatose hepática estão diretamente relacionadas com o consumo excessivo de álcool, alimentação inadequada ou mesmo, doenças metabólicas. Outros exemplos das causas de esteatose hepática.

  • Excesso na ingesta de bebidas alcoólicas;
  • Diabetes mellitus tipo 2;
  • Obesidade;
  • Dieta pobre em proteínas;
  • Uso de medicamentos, como a amiodarona, a aspirina e o ácido valpróico.

Conheça os sintomas da gordura no fígado

Em geral, a esteatose hepática (gordura no fígado) é uma doença assintomática e de evolução lenta e gradual. Em casos súbitos do problema, o indivíduo pode apresentar icterícia (cor amarelada dos olhos e da pele), dor abdominal, boca seca e sensação de indisposição após a ingestão de uma dieta rica em gorduras.

Diagnóstico da gordura no fígado

Quando a evolução clínica do quadro de gordura no fígadoé assintomática, nem sempre é possível diagnosticá-la. Nesse caso, o problema é revelado através de exames de sangue, realizados de rotina. Em outros casos, através do exame físico, o médico poderá perceber se houve um aumento do tamanho do fígado que acontece devido ao acúmulo de gordura. Apesar dessas alterações, o diagnóstico definitivo é feito através da realização da biópsia do fígado.

A obesidade é uma das causas de gordura no fígado. (Foto: divulgação)

 

Muitos indivíduos recebem o diagnóstico de gordura no fígado. No entanto, a maioria deles, não possuem manifestações associadas ao problema, sendo comumente diagnosticada por exames de rotina. Após conhecer mais sobre os sintomas de gordura no fígado, é importante ficar atento e realizar exames de rotina, sempre que possível.

Reply