Síndrome do X Frágil: o que é

A Síndrome Martin-Bell, também conhecida como Síndrome do X Frágil, é considerada a principal causa de retardo mental herdado. Se comparada a outros distúrbios…

A Síndrome Martin-Bell, também conhecida como Síndrome do X Frágil, é considerada a principal causa de retardo mental herdado. Se comparada a outros distúrbios genéticos, essa doença é relativamente frequente e afeta 1 em cada 4 mil homens e 1 em cada 6 mil mulheres. Esclareça várias dúvidas sobre o assunto e entenda melhor o que é a Síndrome do X Frágil.

Saiba quais exames do bebê deve fazer antes de deixar a maternidade.

A Síndrome de Martin-Bell está ligada à uma mutação no cromossomo X. (Foto: divulgação)

Como ocorre

Essa doença é o resultado de uma mutação que ocorre no gene Fragile Mental Retardation 1 (FMR1), que fica localizado no cromossomo X. Como as mulheres apresentam dois cromossomos X enquanto os homens apresentam um X e um Y, e devido ao fato da mutação não ocorrer em ambos os cromossomos X femininos, as mulheres tendem a apresentar manifestações mais brandas, podendo até mesmo ter o funcionamento cerebral normal, enquanto os homens apresentam retardo mental de grau moderado.

Principais sinais e sintomas

Portadores dessa síndrome podem ser reconhecidos clinicamente, pois apresentam uma série de características físicas que podem se evidenciar especialmente após a puberdade. Os principais sinais e sintomas da Síndrome do X Frágil são:

  • Rosto alongado;
  • Orelhas grandes e em abano;
  • Mandíbula bastante proeminente;
  • Macrorquidia (aumento do volume testicular);
  • Pés chatos;
  • Hipotonia muscular;
  • Palato elevado;
  • Prolapso de válvula mitral;
  • Uma única prega palmar;
  • Estrabismo;
  • Escoliose;
  • Hábito de morder as mãos.

A Síndrome do X frágil é a principal causa de retardo intelectual herdado. (Foto: divulgação)

Os quatro primeiros sintomas são os mais frequentes, mas as características físicas podem variar de um paciente para o outro. É importante destacar ainda que o atributo mais importante é o atraso no desenvolvimento cognitivo, que costuma cursar com os seguintes sintomas:

  • Memória muito boa;
  • Bom vocabulário;
  • Boa habilidade para leitura;
  • Uso frequente de frases de efeito ou jargões;
  • Tendência em seguir instruções ao “pé da letra”;
  • Tendência em dar importância à detalhes irrelevantes;
  • Fala repetitiva;
  • Repetição de fonemas.
Continuar Lendo  Calça Flare – Tendência para o verão 2012

Diagnóstico

O diagnóstico da Síndrome do X Frágil só pode ser realizado através de um estudo citogenético, onde é avaliado todo o cariótipo do paciente. É muito importante lembrar que, caso o portador seja diagnosticado com essa síndrome, os demais membros da família também devem se submeter ao mesmo exame.

Tratamento

O tratamento para a Síndrome de Martin-Bell é multiprofissional e se baseia na elaboração de estratégias de ensino, capazes de ajudar os portadores do problema a melhorar seu desempenho nas atividades do dia a dia. O ideal é o trabalho de uma equipe que inclua fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, neurologista, psicólogo e médico, além de outros profissionais da área da educação.

Conheça a Síndrome de West.

Menino de 8 anos com a Síndrome do X frágil e sua irmã de 6 anos, também com a síndrome. (Foto: divulgação)

A Síndrome do X Frágil ainda não é uma doença muito conhecida, mas possui uma incidência considerável, se comparada com outros distúrbios genéticos. O quadro clínico costuma ser bastante variado, com sintomas mais aparentes em pessoas do sexo masculino. O tratamento consiste no trabalho de uma equipe multiprofissional.

Top