Síndrome de Rett: o que é

A síndrome de Rett é considera um dos estranhos casos da natureza. A doença aparece por volta de um ano de idade, mas não…

A síndrome de Rett é considera um dos estranhos casos da natureza. A doença aparece por volta de um ano de idade, mas não é obtida por hereditariedade e surge devido a mutações genéticas. Veja o que é síndrome de Rett e como ela se desenvolve.

A síndrome de Rett é uma doença neurológica que acomete principalmente crianças. (Foto: divulgação)

O que é síndrome de Rett

A síndrome de Rett é uma doença neurológica provocada por mutação genética. A patologia afeta, na maioria dos casos, crianças do sexo feminino. A perda progressiva das funções neurológicas e motoras após alguns meses de idade são características dessa síndrome. Geralmente os sintomas iniciam até os 18 meses de vida.

Após esse período, a fala, capacidade de andar e o controle das mãos começam a regredir, dando lugar para movimentos estereotipados, involuntários ou repetitivos. As palavras aprendidas também são esquecidas, levando a uma interrupção de contato social. A comunicação se torna apenas pelo olhar.

É muito comum que uma criança com síndrome de Rett fique mais molinha e apresente uma desaceleração do crescimento. Os distúrbios respiratórios e do sono também são muito comuns, principalmente entre 2 e 4 anos de idade. A partir dos 10 anos, as escolioses e rigidez muscular fazem com que algumas crianças percam a mobilidade.

A Síndrome de Rett trata-se de uma alteração por mutação genética. (Foto: divulgação)

Veja também doenças genéticas mais comuns, quais são 

Sintomas e diagnóstico da síndrome de Rett

O diagnóstico da síndrome de Rett é baseado na avaliação clínica do portador e deve ser feita por um médico neurologista ou pediatra. Esse diagnóstico é feito com base nos critérios estabelecidos diante dos sinais e sintomas presentes. Alguns deles são:

  • Desenvolvimento psicomotor normal até o 6 mês de vida;
  • Desaceleração do perímetro cefálico após os 6 meses de idade;
  • Perda do uso propositado das mãos;
  • Movimentos manuais estereotipados (apertar, agitar, torcer, esfregar, lavar as mãos, bater palmas ou leva-las à boca;
  • Afastamento do convívio social, perda de palavras aprendidas, dificuldades de compreensão, raciocínio e comunicação;
  • Distúrbios respiratórios em vigília;
  • Bruxismo;
  • Distúrbios do sono;
  • Tônus muscular anormal;
  • Distúrbios vasomotores periféricos;
  • Retardo do crescimento;
  • Cifose e/ou escoliose progressiva;
  • Pés e mãos pequenas e finas.

    A criança apresenta dificuldades de movimentos e aprendizado. (Foto: divulgação)

Veja também as síndromes mais raras do mundo 

Leia Também:  Passeios em Paraty

A síndrome de Rett é causada por mutação genética ainda na infância. É uma doença que causa muita dificuldade de comunicação com o pequeno e dificulta seus movimentos. Apostar em novas formas de comunicação e aprendizagem é essencial para uma melhor qualidade de vida do portador da doença. Além disso, é necessário fazer um acompanhamento detalhado com o médico especialista.

Top