Síndrome de Cotard: saiba mais

São diversas as doenças existentes que podem acometer os indivíduos. Existem patologias que são pouco conhecidas, mas que atingem uma parcela importante da população.…

São diversas as doenças existentes que podem acometer os indivíduos. Existem patologias que são pouco conhecidas, mas que atingem uma parcela importante da população. Entre essas, podemos citar a síndrome de Cotard que é conhecida como a doença do “delírio de negação”. Conheça algumas informações sobre a síndrome de Cotard.

A Síndrome de Cotard traz grandes consequências à vida do indivíduo. (Foto: divulgação)

Saiba mais sobre a síndrome de Cotard

A síndrome de Cotard, ou “delírio de negação”, é uma condição médica na qual a pessoa apresenta a crença delirante de que está morta ou de que seus órgãos estão necrosando (morrendo). Além disso, o indivíduo tem a falsa ideia de que os amigos e familiares, assim como o mundo a sua volta, não existem mais ou estão em via de não existir.

Quando a doença foi diagnosticada pela primeira vez

Essa patologia foi descrita pela primeira vez no ano de 1880, pelo psiquiatra francês Jules Cotard. O caso relatado foi intitulado “Do delírio hipocondríaco sob uma forma grave de melancolia ansiosa” e foi baseado em uma paciente com 43 anos de idade que dizia não apresentar cérebro, nem qualquer outro componente corporal (órgãos). Devido a isso, ela ressaltava a ideia de que era imortal.

A Síndroem de Cotard apresenta o delírio de negação como a principal manifestação clínica. (Foto: divulgação)

Reconhecendo os primeiros sinais

Apesar do sintoma principal e central da síndrome de Cotard ser o delírio de conteúdo niilista (do latim – nada), pode apresentar graus distintos de gravidade, variando de formas leves a mais graves. Nos graus mais leves, o indivíduo costuma a expressar sentimentos de desespero. No entanto, com a sua evolução, as formas mais graves podem se caracterizar quando o doente nega a própria existência ou a ausência do próprio mundo.

Continuar Lendo  Creme de maracujá light e gelado para o verão 2015

Síndrome de Cotard – um delírio incomum

O indivíduo portador da síndrome de Cotard apresenta uma crença delirante de que está morto ou de estar apodrecendo internamente. Como consequência, apresenta um conteúdo depressivo do pensamento que realiza uma descrição clássica relacionada aos quadros melancólicos. Atualmente, especialistas relatam que esse quadro mais grave também é considerado um transtorno de humor unipolar (depressões graves com sintomas psicóticos).

A pessoa com síndrome de Cotard tem a falsa ideia de estar morrendo por dentro. (Foto: divulgação)

A síndrome de Cotard é uma doença que traz grandes transtornos à vida do indivíduo. Isso porque a pessoa apresenta delírio de que está morrendo por dentro ou que o mundo ao seu redor não existe mais. Devido a essas alterações, é muito importante que o indivíduo busque a orientação de um especialista diante dos primeiros sinais da doença. Com um acompanhamento adequado, é óssível atingir a cura do problema usando alguns medicamentos.

Top