Sinais que indicam a necessidade de ir para o hospital

Muitas pessoas não gostam de ir ao médico e tentam suportar alguns incômodos ao máximo. Não é incomum encontrar pessoas que preferem tratar de problemas de saúde com receitas caseiras ou que simplesmente adiam uma consulta por medo ou esperança de que o problema se solucione sozinho. Entretanto, é importante ficar atento, pois existem alguns sinais que indicam a necessidade de ir para um hospital imediatamente. Fique por dentro do assunto.

Existem vários sintomas que não devem ser ignorados e requerem atenção médica. (Foto: divulgação)

Quando procurar um médico

Quando algo não está ocorrendo como deveria, o organismo dá diversos sinais, que vão desde os mais clássicos e fáceis de perceber, como a dor no peito de início súbito, aos mais sutis e que acabam sendo muitas vezes ignorados. Confira a lista e saiba quais os sintomas que não podem ser ignorados e o que representam:

  • Dor de cabeça forte e repentina

Pode ocorrer na enxaqueca, acidente vascular encefálico (AVE), hemorragia subdural (mais comum após trauma), encefalite. Se ocorrer em episódios diários, de forma crônica e com aumento da intensidade da dor, pode ser sinal de câncer ou tumores na cabeça. Quando acompanhada com rigidez de nuca pode ser sinal de meningite.

  • Alteração do hábito intestinal

Pode representar desde infecções intestinais decorrentes do consumo de alimentos contaminados, até doença diverticular do cólon e doença de Chron, como também o consumo abusivo de alimentos ricos em gordura.

Até mesmo a fadiga crônica pode ser um sinal de que algo está errado. (Foto: divulgação)

  • Perda de peso inexplicável

A perda inexplicável de pelo menos 5% do peso corpóreo pode ser um sinal de doenças como o hipertireoidismo, diabetes, depressão, distúrbios alimentares (como bulimia e anorexia), câncer e, quando acompanhada de febre, pode ser tuberculose.

  • Febre alta persistente

É um sinal de infecções que podem ser causadas por vírus como o da gripe ou quadros infecciosos mais graves, como infecção do trato urinário ou pneumonia. Quando a febre é vespertina e não muito alta é possível suspeitar de tuberculose.

  • Sonolência crônica

É um sintoma comum em portadores da apneia obstrutiva do sono, hipotireoidismo ou em quem simplesmente não consegue dormir bem, como no caso de quem sofre de insônia.

  • Falta de ar

Ao contrário do que algumas pessoas podem achar, a falta de ar não é um sintoma exclusivo de doenças que acometem o sistema respiratório, como a pneumonia ou asma, mas também pode ocorrer em portadores de problemas cardíacos ou distúrbios de ansiedade.

  • Dor e vermelhidão nas juntas

Pode ocorrer na artrite reumatoide, artrite infecciosa, crise de gota ou doença de Lyme, entre outras.

Até mesmo a fadiga crônica pode ser um sinal de que algo está errado. (Foto: divulgação)

Existem vários sinais que muitas vezes acabam sendo ignorados, mas podem representar algumas doenças que merecem um atendimento médico. Por isso vale a pena ficar por dentro do assunto e prestar atenção na saúde.

Reply