Sex shop japonês embala casais para incentivar uso da camisinha

Muitas campanhas públicitárias fazem você pensar mais sobre o produto, mas algumas delas superam o que querem vender e ficam na sua memória para…

Muitas campanhas públicitárias fazem você pensar mais sobre o produto, mas algumas delas superam o que querem vender e ficam na sua memória para sempre. Um sex shop japonês embala casais para incentivar uso da camisinha e consegue fazer a sua campanha ficar famosa internacionalmente.

Leia mais informações: Sex Shop: Melhores Lojas Virtuais

 

O Sex shop japonês acabou embalando casais a vácuo (Foto: Divulgação)

Sex shop japonês embala casais para incentivar uso da camisinha

O sex shop Condomania, do Japão, realizou uma campanha publicitária inesquecível. A promoção foi realizada para incentivar o uso de camisinhas, mas resolveram fazer isso de um jeito diferente. A campanha públicitária foi idealizada pela agência Ogilvy & Mather do Japão.

Confira também: Sex Shop Prazer Livre, Loja Virtual

 

O Sex shop japonês fez milhares de fotos antes de chegar a perfeição da imagem do casal embalado a vácuo (Foto: Divulgação)

Casal embalado a vácuo

O sex shop japonês embala casais para incentivar uso da camisinha. O tema dessa campanha foi: “Preserve o amor. Use camisinha”. As fotos do casal embalado a vácuo foram realizadas pelo fotógrafo Hal. Para fazer a camapanha públicitária o casal teve que ficar nus sem respirar e dentro dos cacos plásticos por até dez segundos até que as imagens fossem feitas.

Leia mais informações: Rihanna gastou uma fortuna em sex shop

Depois desses 10 segundo de fotos sem que os modelos respirassem eles eram liberados para sair do saco, recuperar o fôlego e voltar dentro do saco para que novas fotos fossem feitas novamente. Foram feitas muitas fotos até chegar na usada pela campanha.

A imagens estão circulando pela internet e chamaram muita a atenção não só pela criatividade, mas pela diferença do modo como elas foram realizadas.

Continuar Lendo  Americanos querem provar que existe vida fora da Terra até 2034

 

 

Top