Serviços do Banco Postal BB

O Banco do Brasil passa a administrar na próxima segunda-feira, dia 2 de janeiro o Banco Postal, que por dez anos foi administrado pelo…

Por Élida Santos em 30/12/2011

Os Correios terão como admistrador o Banco do Brasil (Foto; Divulgação)

O Banco do Brasil passa a administrar na próxima segunda-feira, dia 2 de janeiro o Banco Postal, que por dez anos foi administrado pelo Bradesco. Atualmente cerca de 6 mil agências dos Correios, distribuídas pelos 5.723 municípios brasileiros, levam as cores do Bradesco. Com a aquisição do Banco do Brasil a identidade visual desses locais irá mudar, passando a ter as cores da instituição financeira que cuidará das agências postais. O Banco do Brasil venceu a licitação que aconteceu em maio de 2011.

Os clientes que realizaram abertura de conta por meio do Banco Postal na época que foi administrado pelo Bradesco continuarão sendo clientes da instituição privada, porém, para continuar tendo acesso aos serviços do Banco Postal é necessário realizar abertura de uma nova conta, só que dessa vez no Banco do Brasil. Os clientes que optarem por permanecer somente com a conta aberta por meio dos serviços do Bradesco perderão o direito de usufruir dos serviços do Banco Postal, podendo somente sacar dinheiro, fazer depósitos bancários, retirar extratos de serviços e movimentações, entre outras transações tipicamente bancárias.

O Banco do Brasil venceu a licitação realizada em maio deste ano (Foto: Divulgação)

O Banco do Brasil vai administrar o Banco Postal justamente em um momento em que os Correios está visando a ampliação em sua área de atuação, pois está investindo em serviços como cartões pré-pagos que podem ser utilizados como forma de pagamento na função débito, além de ofertar para os clientes o serviço de microcrédito. Com essa mudança na administração de seus negócios os Correios pretende ampliar ainda mais a extensão dos serviços e das redes de atendimento.

O Banco do Brasil terá que investir R$ 200 milhões para a implantação de agências franqueadas em todo país (Foto; Divulgação)

Por causa da nova aquisição o Banco do Brasil irá desembolsar R$ 3,35 bilhões para poder realizar a administração do Banco Postal. Esse investimento será só o começo, pois o Banco do Brasil terá que desembolsar cerca de R$ 200 milhões para a implantação de agências franqueadas em todo país, porém, esse capital será investido somente depois que os Correios resolver a situação que envolve as licitações, que por enquanto estão ancoradas. O contrato que permite que o Banco do Brasil administre os Bancos Postais terá vigência de cinco anos e seis meses, podendo ser prorrogado, mediante novo depósito de verba, que deve ser do valor referente ao uso da rede das agências e do lance ofertado no leilão, atualizado pela taxa Selic.

Top