Sequestrador de Cleveland é encontrado morto

Sequestrador de Cleveland é encontrado morto

Ariel Castro ganhou as manchetes de jornais mais uma vez. O homem, que foi condenado à prisão perpétua pelo sequestro, estupro e tortura de…

Por Élida Santos em 04/09/2013

Ariel Castro ganhou as manchetes de jornais mais uma vez. O homem, que foi condenado à prisão perpétua pelo sequestro, estupro e tortura de três mulheres, que passaram mais de 10 anos sob posse do sequestrador, virou manchete por ter sido encontrado morto na prisão, localizada ao sul de Ohio, nos Estados Unidos.

Sequestrador se enforcou na prisão (Foto: Divulgação)

A morte do sequestrador de Cleveland aconteceu na última terça-feira (3 de agosto). De acordo com a porta-voz do Departamento Estadual de Reabilitação e Correção, JoEllen Smith, o homem se enforcou. O material usado como corda no suicídio não foi especificado. Os médicos legistas precisam avaliar as circunstâncias da morte, por isso, nas próximas horas mais detalhes serão divulgados.

Ariel Castro estava em cela isolada dos demais detentos

Por questões de segurança, Ariel Castro, que era motorista de ônibus escolar e tinha 53 anos, estava isolado dos demais detentos no presídio de Ohio. De acordo com informações dadas por funcionários do presídio, o sequestrador que chocou o mundo foi encontrado enforcado por volta das 21h30 (horário local).

Ariel foi transferido para um hospital, onde houve a constatação da morte depois de 90 minutos de sua chegada. O sequestrador de Cleveland ficava em uma cela 23 horas do seu dia, com uma hora de recreação, mas sempre isolado dos demais presos.

Ariel deveria passar o resto da vida preso (Foto: Divulgação)

Entenda o crime de Ariel Castro

Ariel Castro foi condenado a ficar preso pelo resto da vida, sem direito a liberdade condicional, nesse dia 1º de agosto. O crime cometido por ele foi o de sequestro das três mulheres, estupro e também por homicídio agravado, já que forçou uma delas a fazer aborto.

Para não ser condenado a pena de morte ele se declarou culpado dos crimes que estava sendo acusado, mas disse que não era um monstro e sim uma pessoa doente. O sequestro das três mulheres só veio a tona porque Amanda Berry, de 27 anos, conseguiu fugir do cativeiro com sua filha de 6 anos ao chamar a atenção de um vizinho no dia 6 de maio. As sequestradas eram mantidas pelos tornozelos dentro da casa do sequestrador, que residia em um bairro de Cleveland.

As jovens foram sequestradas em momentos diferentes quando tinham 20, 16 e 14 anos. Michelle Knight, que atualmente tem 32 anos, engravidou quatro vezes enquanto esteve presa 11 anos no cativeiro. Ariel fez com que ela abortasse batendo em sua barriga e deixando ela sem comida.

Berry, a mulher que denunciou o crime à polícia, foi autorizada a levar gravidez até o final, dando à luz uma menina em uma piscina de plástico no Natal de 2006. Gina DeJesus, que era amiga da filha de Castro, tinha somente 14 anos quando foi sequestrada.

Top