Semana de Moda de Paris Inverno 2012: Dia 04/03

O quinto dia da Paris Fashion Week trouxe cores vibrantes e acesas para fazer do seu Inverno uma estação mais iluminada. Além da cartela…

O quinto dia da Paris Fashion Week trouxe cores vibrantes e acesas para fazer do seu Inverno uma estação mais iluminada. Além da cartela de cores quentes, peças desconstruídas, transparências e casacos pesados deram o tom invernal na medida com muita elegância. Veja o que rolou de principal!

Akris

O estilista Albert Kriemler buscou inspiração em um quadro do pintor abstracionista Franz Kline, Paiting No. 7. As peças receberam pinceladas gráficas que deram vida às estampas da coleção. Simples e confortáveis, a coleção trouxe macacões, pantalonas amplas, conjuntinhos, casacos mais soltos. A sensualidade ficou por conta dos decotes generosos. As cores escolhidas foram sóbrias: azul, camelo, verde e preto.

Akris - Inverno 2012

Costume National

Um clima dark e rocker rodeou a coleção da grife. Com referências discretas ao filme Os Homens que não Amavam as Mulheres (2011), em especial pela personagem de Lisbeth Salander que traz uma pegada rebelde e punk ao visual. Na coleção da marca, combinações total black, couro e vinil é a aposta para a mulher ousada, sensual e dominadora. Um toque boyish da personagem Lisbeth esteve presente nas calças bem amplas e de cós rebaixado, acompanhado de sensualidade com os recortes que deixam à mostra parte da barriga, os decotes generosos e as transparências nada discretas. Para reforçar a estética fetichista, nada como boas luvas e botas bem altas.

Costume National - Inverno 2012

Alexis Mabille

Para o Inverno, a marca apostou em misturar tecidos, estampas e texturas, tudo bem amarradinho. Vários tipos de mulheres “conversam” com a coleção como a romântica, que aparece nos vestidos acinturados de saias rodadas e a pegada boyish vista em peças com golas fechadas, sobreposição de camisas e nas calças retinhas e secas. Aplicações, bordados dourados, penas e peles vão fazer a cabeças das mais ousadas. As saias lápis apareceram ao lado de peças com decotes ousados e fendas generosas trazendo sensualidade na medida à coleção.

Alexis Mabille - Inverno 2012

Issey Miyake

De uma maneira inusitada, com cinco modelos se vestindo em plena passarela, o desfile de Issey Miyake começou. Após os cinco looks, a apresentação fluiu com peças como os vestidos sem mangas que vieram em comprimentos diversos e os conjuntinhos, que ganharam um toque artesanal. A mistura de materiais também esteve presente, especialmente nos casacos com desenhos geométricos e nas blusas com gola alta e bem estruturada. As estampas vieram abstratas e coloridas, e peças acolchoadas mostraram uma pegada mais casual à coleção.

Issey Miyake - Inverno 2012

Hermés

Os pampas da Argentina inspiraram a coleção de Inverno da Hermés. O visual gaúcho foi percebido em peças como ponchos, as calças amplas colocadas para dentro das botas e também os chapéus característicos. Nada literal, pelo contrário, muita sofisticação nos looks desfilados. A alfaiataria veio impecável, os materiais escolhidos como o couro extra brilhante e o veludo molhado enriqueceram ainda mais as peças. Algumas estampas apareceram, mas nada muito ousado e desejável.

Hermés - Inverno 2012

John Galliano

Um clima dramático e teatral envolveu o desfile da marca, que está sob a batuta de Bill Gayten. O estilista apostou em acessórios exóticos como os chapéus que lembravam pássaros e ninhos que vieram acompanhando blusas volumosas, bombachas em veludo e couro e também as camisas com babados exagerados. A década de 1940 apareceu em vestidos femininos de saias plissadas, que ganharam acompanhamento de casacos com golas maxi. A alfaiataria também deu as caras com peças feitas em mohair – tecido feito do pela de cabra angorá. Para sensualizar, a transparência e para iluminar, uma cartela de cores com vermelho, azul-Klein, mostarda, preto e azul pálido.

John Galliano - Inverno 2012

Kenzo

A coleção de Inverno da Kenzo apostou em um clima de streetwear. Estampas gráficas que lembravam os pisos de mármore, prints de cachos de uvas e mistura de texturas elaboradas deram o tom da coleção. Casacos em tweed vieram com mangas em tricô, a pegada masculina apareceu nos terninhos combinados à maxicalças e também na jaqueta cropped. As peças mais femininas continham peplum e saias estilo mullet. Cores como mostarda, vinho, verde, azul e preto foram as escolhas para o Inverno.

Kenzo - Inverno 2012

Givenchy

Uma pegada gótica veio acompanhada do romantismo e do clima dark, escolhas da coleção de Inverno 2012 da Givenchy. O tema principal foi o equestre, com muita alfaiataria impecável, tecidos nobres – lã, pele e couro – e as botas acima do joelho. O preto tomou conta da coleção, mas nuances como verde-oliva e vermelho quebraram a sobriedade exagerada. Capas e fitas em veludo foram amarradas no pescoço remetendo a clima vampiresco. Saias midi plissadas, calças estilo jodhpur, vestidos delicados e fluidos foram algumas das apostas.

Givenchy - Inverno 2012

Top