Semana de moda de Paris: Destaques do dia 01/10

Sábado de muito calor aqui no Brasil e em Paris também. O quinto dia da semana de moda parisiense foi quente e cheio de…

Sábado de muito calor aqui no Brasil e em Paris também. O quinto dia da semana de moda parisiense foi quente e cheio de novidades. Cores pastéis e vibrantes, muito volume, vestidos e saias ladylike e universo das tatuagens. Dá uma conferida nos destaques!

Junya Watanabe – Verão 2012

O estilista japonês que dá nome à marca propôs uma coleção de verão de dois extremos: rigidez e delicadeza. A delicadeza da renda floral colorida veio sobreposta a vestidos pretos sem mangas. De silhueta ampla lembrando túnicas ou mais retos e curtos, os vestidos desfilaram junto à jaquetas azuis, vermelhas e pretas com mangas cheias de volume, e coletes. As peças de renda também vieram combinadas à pantalonas e saias-calças. Os trench coats ganharam mangas abertas e fecharam o desfile em cores neutras como o bege e preto.

Haider Ackermann – Verão 2012

A marca apostou em peças de alfaiataria com tecidos bem sofisticados. Peças feitas de sedas e cetins trouxeram um brilho lindo à passarela. As calças vieram bem amplas, com pregas e a barra dobrada, além do corte bem masculino. A transparência apareceu em blusas, vestidos e saias. A cartela de cores trouxe azuis, violetas, verdes, vinho, tons de nude e preto. Muito brilho!

Viktor & Rolf – Verão 2012

A dupla de estilistas, Viktor Horsting e Rolf Snoeren, apresentou em Paris uma coleção ultra feminina. Saias rodadas de cintura alta e volumosas, a tendência de barriga de fora com tops curtos, vestidos curtos e longos, além de bermudas amplas. Ponto de destaque do desfile: os pespontos enormes e coloridos em quase todas as peças. As cores variaram em preto, rosa, coral, azul e bege.

Cacharel – Verão 2012

A marca que é comandada pelos chineses Ling Liu e Dawei Sun trouxe uma coleção feminina, bem ladylike, e de tons pastéis. Vestidos, saias e terninhos com cintos finos, além de calças carrot e blusas com transparências foram algumas das apostas para o verão.

Leia Também:  Almoçar depois das 15h engorda mais

Sonia Rykiel – Verão 2012

A grife optou pela elegância acima de tudo em peças como pantacourts, saias midis que vieram somadas a tricôs leves. As listras predominaram na passarela de Sonia Rykiel, assim como a alfaiataria em terninhos com silhuetas diferenciadas. A cartela de cores contou com tons de amarelo como o mostarde, ocre, bege, também apareceu o laranja, branco e uma pitada de preto nos detalhes.

Comme des Garçons – Verão 2012

A estilista japonesa fundadora da marca, Rei Kawakubo, é totalmente fora do convencional. Looks mais estruturados foram as peças-chave da coleção de verão. Vestidos que parecem datados de outra época mas com detalhes atuais, saias ultra volumosas com recortes e vazados. Destaque para as peças e capas estilo casulo deixando somente o rosto das modelos à vista. A cartela de cores veio bem clássica, apesar de tanta irreverência, tons de bege e branco.

Jean Paul Gaultier – Verão 2012

O estilista apresentou uma coleção que, para variar um pouco, surpreendeu. O mundo das tatuagens foi a inspiração do desfile. Peças como segunda-pele, vestidos, jaquetas e até os acessórios como as bolsas ganharam estampas de tatuagens clássicas. Uma modelo mega tatuada foi o destaque, e Gaultier teve por intenção a sugestão de que as roupas foram feitas com a própria pele.

Top