Seguro de vida: vale a pena fazer?

Hoje em dia o medo é comum entre as pessoas, de modo que vários seguros, planos e outros elementos que visam proporcionar mais tranquilidade…

Por Paulo Lima em 12/04/2013

Hoje em dia o medo é comum entre as pessoas, de modo que vários seguros, planos e outros elementos que visam proporcionar mais tranquilidade e conforto são assinados. Porém, devemos nos questionar sobre o que de fato é necessário e o que irá apenas fazer-nos perder dinheiro, visto que nem sempre assinar um plano ou um seguro é uma alternativa apropriada para a condição em que nos encontramos.

Saiba se é realmente viável fazer um seguro de vida (Foto: Divulgação)

Por isso, nesta matéria entenderemos um pouco mais sobre o que é e se vale a pena assinar um seguro de vida de acordo com as suas necessidades. Leia a seguir:

O que é o seguro de vida?

Um seguro de vida é um respaldo que assegura a proteção de uma ou mais pessoas, no caso da ocorrência de imprevistos. Fazer um seguro de vida é uma opção muito séria e existem variados tipos disponíveis, para diferentes demandas.

O seguro de vida procura cobrir as despesas principais de uma pessoa quando necessário (Foto: Divulgação)

No caso de acidentes, situações de risco, coberturas complementares, risco de invalidez ou até mesmo desemprego, um seguro de vida fornece uma cobertura total, assegurando a sua tranquilidade, porém, existem casos onde assinar este plano não é algo vantajoso.

Situações que valem a pena fazer seguro de vida

Se você é jovem, seja dependente dos pais ou não, que, todavia não seja casado ou não tenha filhos, fazer um seguro de vida não é uma boa opção. Isto porque além dos riscos de saúde, invalidez ou outros mais sérios serem menores, o seguro é mais indicado para quem tem família própria, uma vez que nos casos imprevisíveis pode ocasionar grandes despesas aos membros. Por isso, opte por montar o seu patrimônio, investir o dinheiro e talvez fazer uma previdência privada.

No caso de você apresentar idade avançada ou problemas que possam lhe afastar do trabalho, o ideal é fazer um seguro de vida (Foto: Divulgação)

No caso de você ter um patrimônio acumulado e quiser assegurar o bem estar da família, a opção de seguro de vida ainda não é indicada, visto que você pode facilmente investir em outras formas e ainda na poupança, fora que o seguro não é para sempre na medida em que seu rendimento aumenta.

Porém, caso você esteja sempre apresentando problemas de saúde, tenha uma idade mais avançada ou pode presumir que algo possa lhe afastar do trabalho, o seguro de vida se torna então uma opção viável. Ele também é capaz de cobrir casos de morte dentro da família, visto que este evento inesperado acaba desestruturando a todos, inclusive economicamente, de modo a deixar os membros um pouco mais tranquilos.

Confira também as matérias a seguir:

Como contratar um seguro para a casa.

Informações sobre seguro de carros.

Top