Salário Mínimo Estadual SP 2010

salario minimo estadual sp 2010

Nesse início de ano, o salário mínimo nacional passou por uma alteração, agora os trabalhadores brasileiros recebem um pouco a mais comparada à remuneração paga em 2009. O salário deixou de ser R$465,00 e passou a assumir o valor de R$510,00. Tal mudança já começa a beneficiar a população e exercer impacto na economia do Brasil.

A notícia de que o salário mínimo passaria por reajuste surgiu o ano passado, mas havia dúvidas a respeito do valor que ele iria assumir. Primeiro o Ministério da Fazenda propôs R$506,00, mas essa quantia iria dificultar o pagamento pelos caixas eletrônicos. Para evitar qualquer transtorno, o reajuste foi para R$510,00.

Apesar de o salário mínimo valer em todos os estados do país, algumas localidades já resolveram criar uma remuneração exclusiva, superando o valor já estipulado nacionalmente. O estado de São Paulo ilustra bem essa questão, o Governo investe no salário mínimo regional SP para recompensar todos os paulistas que atuam no mercado de trabalho.

O valor que corresponde ao piso salarial mínimo SP não está muito diferente do nacional, mas a tendência é que ainda esse ano alguns ajustes sejam feitos para melhorar a vida financeira de grande parte da população. Com o novo salário mínimo em vigor, houve um aumento de 45 reais na renda de cada trabalhador brasileiro.

O Governador do Estado de São Paulo José Serra já informou que pretende aumentar o valor do salário mínimo paulista, que deixaria de seguir o parâmetro nacional para receber um significativo acréscimo. A proposta é que o reajuste resulte no piso salarial regional de R$ 560,00 (uma expansão de 10,89%).

O novo salário mínimo em SP ainda é motivo de debate na assembléia de São Paulo, os prós e contras estão sendo avaliados antes que qualquer decisão seja tomada. Para sugerir o reajuste, foi levada em conta a inflação do estado, o INPC e a variação do PIB. José Serra ainda alega que o salário mínimo do estado de SP 2010 vai refletir o crescimento que o estado teve nos últimos anos.

A tendência é que 1,5 milhão de pessoas sejam beneficiadas com o piso salarial regional em São Paulo, contribuindo com o aquecimento da economia paulista nos próximos anos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply