Saiba quais são os verdadeiros prejuízos do refrigerante

Que o refrigerante não faz bem para a saúde todo mundo sabe, mas quais são os verdadeiros males que esta bebida acarreta? Segundo estudos,…

Os principais prejuizos acarretados pelo refrigerante são o aumento do risco de infartos e osteoporose.

Que o refrigerante não faz bem para a saúde todo mundo sabe, mas quais são os verdadeiros males que esta bebida acarreta? Segundo estudos, a ingestão da bebida pode elevar o risco de sofrer infartos e osteoporose. E tem mais, por conter alto nível de açúcar,  tomar refrigerante gera o aumento de peso. A seguir, confira outros tipos de prejuízos da bebida e saiba como evitá-los:

Infarto: Estudos da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, revelaram que tomar uma bebida adocicada diariamente aumenta 20% o risco de uma pessoa sofrer um ataque cardíaco durante um intervalo de 22 anos. O risco foi agravado com o acréscimo das bebidas doces ingeridas.

Por ser rico em açúcar, tomar refrigerante provoca o aumento de peso.

Síndrome metabólica e doença hepática gordurosa: Mesmo que uma pessoa não engorde, o refrigerante adocicado pode ser lesivo para o bem-estar cardiovascular – sobretudo para as mulheres. As mulheres que tomam bebidas baseadas em açúcar são mais predispostas a desenvolver perigosos níveis de triglicérides. Estudos recentes descobriram que as mulheres que tomavam pelo menos duas doses de refrigerante toda semana, era quatro vezes mais suscetíveis a ter altos níveis de gordura no sangue. Esta gordura passa a abranger os órgãos, como fígado, que pode colaborar para alto risco de doença coronariana cardíaca, diabetes tipo 2 e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Ganho de peso: Comumente, ao ingerir calorias a mais ocorre o ganho de peso. Mesmo refrigerante diet podem levar a problemas. Dados recentes de um levantamento revelaram uma relação entre a bebida sem açúcar e o aumento da cintura.

O ácido fosfórico contido nos refrigerantes provoca uma acidez no sangue, que faz o corpo usar o cálcio para normalizar a situação.

Osteoporose: Uma substância na cola pode comprometer o cálcio nos ossos. Uma pesquisa conduzida pela Universidade de Tufts descobriu que mulheres que afirmaram tomar somente três colas semanalmente apresentavam um prejuízo ósseo média de 4% em regiões como os quadris do que aquelas que tomavam outro tipo de bebida. Os refrigerantes de cola possuem ácido fosfórico aromatizantes que, de acordo com o coordenador da pesquisa Kathleen Tucker, o ingrediente pode provocar maior acidez no sangue, fazendo que o corpo então use o cálcio dos ossos para normalizar o ácido no organismo.

Leia Também:  Como evitar ou aliviar picadas de mosquitos

Top