Saiba como utilizar o crediário

A cada ano, a oferta de crédito para os brasileiros tem crescido consideravelmente. Pessoas que antes não conseguiam fazer compras em seus nomes justamente…

Por Redacao em 28/10/2011

A cada ano, a oferta de crédito para os brasileiros tem crescido consideravelmente. Pessoas que antes não conseguiam fazer compras em seus nomes justamente pela falta de créditos, hoje já possuem cartões de crédito. No entanto, a maioria também jamais descarta a possibilidade de ter acesso aos crediários oferecidos pelos estabelecimentos comerciais, visto que, geram a oportunidade de aquisição de variados bens sem a necessidade de ter uma conta em banco.  Dentre as exigências, o cliente precisa estar com o seu nome sem restrições no SPC, Serasa e desde que comprove que a sua renda é compatível com a compra que se pretende realizar.

Quem não deseja possuir crédito? No mundo de hoje é algo essencial a todas as pessoas. No entanto, mesmo com todas as facilidades que o crediário oferece aos clientes, é fundamental observar que ele também pode se tornar um vilão às nossas finanças e de repente, trazer problemas de dívidas que podem levar anos até ser solucionado. Por isto, como cada loja pode oferecer uma linha de crédito através do crediário, muitas pessoas (por não saber utilizar) acabam contraindo débitos a tal ponto de se endividarem e não ter possibilidade de efetuar novas compras. Para que isto não ocorra com você, é importante ter a consciência de como usar este tipo de crédito. Acompanhe as dicas abaixo:

– Antes de comprar algum objeto, é preciso ter a consciência de que é necessário proceder com bastante cautela. Saiba que a maioria dos juros cobrados é bastante elevada. Algo que impressiona muita gente é a baixa parcela de alguns produtos. Isto nada mais, nada menos é uma estratégia da empresa como forma atrair os clientes; no final, se você for calcular direitinho perceberá que o valor total do objeto é um absurdo. Uma dica bastante coerente é que você deverá optar por compras de produtos com o menor número de parcelas possível para não prejudicar seu orçamento doméstico;

– Observe todas as opções de pagamento que a loja oferece. O ideal é o pagamento à vista, mas como isto nem sempre é possível, analise com cuidado as opções disponíveis;

– Não faça seu crediário em vários estabelecimentos comerciais visto que isto representa o principal fator que o estimula a efetuar compras de maneira desordenada e assim atrair dívidas que acabam não sendo possíveis de serem quitadas;

– Analise as contas da família para evitar o comprometimento da renda mensal. Infelizmente, algumas pessoas por acreditar que conseguirão quitar as dívidas, fazem inúmeras compras e acabam complicando o orçamento;

– Atente para os juros cobrados pelas lojas. Por lei, a cobrança deve ser de apenas 1% ao mês. Caso não esteja especificado em contrato, a cobrança deve ser de 0,5%;

Caro leitor, é possível adquirir um produto que você tanto deseja através das facilidades do crediário. No entanto, é importante ter todo um planejamento para se fazer qualquer tipo de compra a fim de evitar as dívidas e dor de cabeça!

Top