Saiba como planejar uma cirurgia plástica

Saiba como planejar uma cirurgia plástica

Por mais que nos olhamos no espelho, há sempre uma parte do nosso corpo de que não gostamos. Então, vemos o corpo de uma…

Por Editorial MDT em 17/11/2011

Por mais que nos olhamos no espelho, há sempre uma parte do nosso corpo de que não gostamos. Então, vemos o corpo de uma amiga ou de uma atriz e queremos que o nosso seja igual ao delas. Atualmente, com o avanço da tecnologia na medicina, é possível adquirir quase qualquer formato de corpo desejado, contanto, que a cirurgia seja feita com responsabilidade e programação, pois para passar por uma operação plástica, é preciso fazer muito estudo antes. Então, saiba como planejar uma cirurgia plástica.

Antes de tudo, saiba exatamente o que você quer modificar e como. Para tanto, pesquise várias fotos em revistas e na internet. Desse modo, o seu médico terá uma noção melhor do que você procura e poderá dizer se será possível ou não fazer com que o seu corpo fique igual ao da modelo.

Em alguns casos, a intervenção cirúrgica não é necessária. Sendo assim, pergunte ao seu médico se ela realmente é necessária, pois a cirurgia só deve ser feita em último caso, sendo que há alguns riscos envolvidos nela.

Mas se a intervenção cirúrgica realmente for necessária, pesquise em várias clínicas pelo preço. No entanto, cuidado com os preços muito baixos, pois tanto o material utilizado quanto o quadro de funcionários podem não ser de qualidade. Ao escolher pelo preço que pode ser pago, comece a juntar o dinheiro para a sua cirurgia.

Então, vem uma parte muito importante do planejamento da sua cirurgia plástica: a escolha do médico. Ele deve ser muito bom e bem recomendado. Sendo assim, pergunte aos seus conhecidos, que já passaram por uma operação plástica, pelo nome dos seus médicos. Em seguida, procure se o nome dele está cadastrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Verifique, entre outras coisas, no seu portfólio, se ele já fez cirurgias semelhantes a que você pretende fazer. Se o médico atender a todas essas exigências, esse será o seu cirurgião.

Após ter feito essa escolha, tire todas as suas dúvidas com ele: qual será o tipo de anestesia utilizado, qual será o tempo da cirurgia, quanto tempo de internação será necessário, se será preciso fazer um tratamento pré-operatório ou um pós-operatório, quais são os riscos da sua cirurgia e se ela deixará grandes cicatrizes. Desse modo, você poderá planejar com antecedência quanto tempo precisará de licença no trabalho e nos afazeres domésticos, combinando tudo de antemão com as pessoas envolvidas, para que as suas responsabilidades não fiquem pendentes.

Por fim, você precisa saber que, mesmo com a cirurgia plástica, o seu corpo não ficará igual ao da pessoa em que você se baseou, porque todo corpo é diferente um do outro. Então, não crie essa expectativa ao entrar na sala de cirurgia, pois você pode se decepcionar. O que o médico fará é tentar aproximar o máximo o seu desejo da realidade.

Uma cirurgia plástica não deve ser feita de uma hora para outra. Por isso, é preciso saber planejar uma operação, pois há muitos assuntos envolvidos, uma vez que, não é barata e leva algum tempo para que fique completamente pronta.

Top