Sabonete em barra ou líquido: como escolher

A disponibilidade de sabonetes em barra ou líquido, no mercado, é cada vez maior. Vemos propagandas apontando os benefícios de cada um e acabamos…

A disponibilidade de sabonetes em barra ou líquido, no mercado, é cada vez maior. Vemos propagandas apontando os benefícios de cada um e acabamos sem saber bem qual deles escolher. Os dois têm composições diferentes e passam, também, por processos diferentes. Isso resulta em PHs diferentes, que podem ou não causar alergias. Então, como escolher? Sabonete em barra ou líquido?

Com tantas opções e propagandas, as pessoas ficam em dúvida sobre qual sabonete devem usar (Foto: Divulgação)

O que é o p.h.

O ph é a sigla que representa o “potencial hidrogeniônico”, de forma simples, ele é usado para definir qual é o nível de acidez de todas as coisas. A nossa pele também tem um ph, que varia entre 4,5 e 6,5. Mas, o que isso quer dizer? Os valores de ph variam de 0 a 14. De 0 até 6,9 o ph é considerado mais ácido. Quando o valor é 7, então o ph é chamado neutro. Acima de 7, até o valor 14, então chamamos o ph de alcalino. Então, veja, a pele do nosso corpo é considerada mais para ácida do que para alcalina. Quanto mais próxima da genitália, mais ácida a pele fica. Isso acontece para que os nossos órgãos genitais fiquem mais protegidos, pois a acidez combate as bactérias. Os sabonetes e outros produtos também têm um ph. Se, por exemplo, usarmos um sabonete muito alcalino para lavar as partes íntimas, ele irá “anular” a acidez desta região do nosso corpo. Consequentemente, poderemos sofrer alergias e ataques de bactérias. Isso pode acontecer, também, com o resto de nosso corpo. O ideal é que usemos sabonetes que tenham o ph próximo ao ph da nossa pele.

É indicado usar sabonetes que tenham o ph próximo ao da pele (Foto: Divulgação)

Sabonetes em barra ou líquidos?

Os sabonetes em barra, devido à sua formulação, acabam com um ph mais alcalino do que a nossa pele. Já o sabonete líquido tem um valor mais próximo do ph ideal, porém, eles também recebem substâncias que podem causar bastante irritação. Os dois tipos de produtos, portanto, oferecem desvantagens. A única vantagem, em relação ao sabonete líquido, é que ele é mais higiênico. Como derramamos na bucha ou nas mãos apenas a quantidade líquida que iremos usar, o sabonete continua isolado, dentro da embalagem. Outra pessoa poderá usá-lo, normalmente, sem entrar em contato com bactérias de quem o usou antes. Já o sabonete em barra não permite isso. O ideal é usá-lo sozinho, ou seja, cada um ter o seu.

Muitos sabonetes artesanais têm grande porcentagem de componentes naturais, agredindo menos a pele (Foto: Divulgação)

É importante observar que estas características se aplicam aos sabonetes industriais. Existe o outro lado da moeda. Uma alternativa de uso é o sabonete artesanal. Sua composição também possui substâncias naturais, que são menos agressoras à pele. Entretanto, nem sempre é possível comprá-lo. Em qualquer dos casos, o ideal é sempre ter conhecimento da procedência do que usamos. É importante dar preferência a produtos fabricados por marcas sérias, que especificam o que produzem. No caso dos artesanais, deve-se conhecer um pouco sobre a sua origem. Em suma, é preciso, também, testar os sabonetes e verificar com qual deles a sua pele fica macia e sem irritações.

Leia Também:  Decoração com Estampas Florais

Saiba um pouco sobre um componente ruim: Substância usada em sabonetes oferece riscos à saúde

Veja os cuidados com os sabonetes íntimos: Sabonete íntimo: cuidados ao usar

Top