Roteiros de Viagem Para Argentina

A Argentina é um país repleto de belezas e cultura. Não faltam roteiros e atrativos para os visitantes se deliciarem. Seja na capital, Buenos…

A Argentina é um país repleto de belezas e cultura. Não faltam roteiros e atrativos para os visitantes se deliciarem. Seja na capital, Buenos Aires, ou em mais regiões bucólicas, como a Patagônia e a Mendoza, uma coisa é certa: o visitante jamais sairá decepcionado.

Comecemos por Mendoza. A cidade fica localizada no oeste da Argentina e é uma das maiores produtoras de vinho do mundo. Com seus cerca de mil vinhedos, ela é responsável por 70% da produção do país – sendo 20% do total feitos para exportação. Se você é um apaixonado pela bebida, vai deliciar-se nos “Caminhos do Vinho”, onde se pode degustar dos mais simples aos mais sofisticados e ainda conhecer todo o processo de fabricação. Inclusive, existe um museu onde a história do vinho local é contada.

Porém, além da bebida de Baco, Mendoza também oferece outras opções. Entre elas, as estações de esqui, como Los Penitentes, uma das maiores de toda a Argentina.

A rica culinária da região é outro chamariz de turistas – principalmente as compotas de frutas e leguminosas de fabricação caseira. As empanadas mendocinas também são uma ótima pedida, mas é difícil comprá-las nas ruas, pois é uma tradição guardada dentro das famílias locais.

Patagônia

Nesta região um passeio imperdível é Ushuaia. É a cidade mais ao sul do planeta e a capital da Terra do Fogo. Por lá, vá conhecer o Parque Nacional Tierra del Fuego, que fica a 11 quilômetros de Ushuaia. Um local magnífico para se ver montanhas, lagos e os diques formados por castores.

Em Ushuaia, mais precisamente, a pedida é o Trem do Fim do Mundo uma boa opção para quem quer sentir na pele a história da cidade. O trajeto dura 20 minutos.

As Ilhas de los Pajaros, de los Lobos e Pinguinera são também atrativos e tanto. Para se chegar até elas é preciso pegar um barco que corta o Canal de Beagle, divisa natural entre Argentina e Chile. Neste passeio prepare a máquina fotográfica, pois os leões marinhos só faltaram fazer pose para você.

Buenos Aires, por sua vez, é uma metrópole. E como toda metrópole bem estruturada, oferece muitas oportunidades. Eis algumas opções:

Porto Madero

É um conjunto arquitetônico de galpões que já serviram, no passado, para armazenagem de produtos e alimentos que chegavam pelo mar e que foi revitalizado há cerca de dez ou 12 anos e que agora abrigam restaurantes, cinemas, uma casa noturna, lanchonetes e cafés, passeios, um museu, o Iate Clube e hotéis.

Casas de tango

Ora, se lá é a terra do tango, voltar para casa sem ao menos um espetáculo da música/dança no currículo é um ultraje. Há uma infinidade de casas de shows na cidade, voltadas principalmente para os estrangeiros. Os estilos variam bastante. A maior é a Senõr Tango. Menos badalado e mais acanhado, porém o mais tradicional, o El Viejo Almacén, que fica no bairro de San Telmo, permite que o público fique mais próximo do palco e acompanhe de perto os movimentos da dança.

Recoleta

Um dos bairros mais conhecidos internacionalmente, a Recoleta é ponto obrigatório, seja por seus cafés, bares, feira de artesanato ou até mesmo pela noite, dedicada ao público jovem. Possui grandes áreas verdes e fachadas em estilo francês.

Top